Lembrança- Um soneto inesquecível

Poetalandia

87

Lembranças
Havia naquele sonho uma ilusão.
Ouvi muito um som: – de algaravia!
Vi que o cofre estava frio, vazio…
Enxuguei todos os prantos da canção…
Havia muita alegria de adoração,
mas o amor chegou; – e era tardio!
Bolhas passaram às margens do rio;
feneci no navio do coração!
Grito!… Gritos com sombras do espelho!
Era visão: – vestida de vermelho!
– Ela chegou!… Com nave cor de rosa…
Dói o tinir do som daquele hino,
Tudo fantasia; – olhos de menino;
e estão grafados! (notas de outrora)
Machado de Carlos

Ver o post original

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.