Resenha de “Morte Súbita” da autora J.K Rolling

Mais QI Nerds

Se em “Harry Potter” J.K Rowling fez seus leitores sentirem simpatia pelos seus vilões mais frios, em “Morte Súbita” a rainha dos potterheads ousou ao apresentar suas personagens de maneira suja e real. Rowling não perdoa ninguém e, no desenrolar da trama, provoca no leitor reações de pena, ódio ou até mesmo de uma empatia ruim de admitir. Isto porque é impossível não se identificar com os habitantes da cidadezinha fictícia de Pagford. Em proporções menores, J.K destaca o lado hipócrita e aproveitador tão presentes na sociedade. E ela enfatiza isso de maneira apelativa e exagerada, porém compreensível a medida que a mensagem é passada.

Ver o post original 282 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.