BRASIL QUER ENVIAR MÉDICOS CUBANOS A REGIÕES REMOTAS

BRASIL QUER ENVIAR MÉDICOS CUBANOS A REGIÕES REMOTAS

:

 

Os profissionais devem atuar no Nordeste e da Amazônia, onde médicos brasileiros relutam em se instalar; Associações médicas brasileiras são contra a autorização, argumentando que as faculdades cubanas têm padrões inferiores aos brasileiros e que em alguns casos os cursos de medicina equivalem aos cursos brasileiros de enfermagem

 

7 DE MAIO DE 2013 ÀS 10:18

 

Reuters – O governo brasileiro pretende contratar 6 mil médicos cubanos para que trabalhem em áreas remotas do país, onde o atendimento é deficiente ou inexistente, apesar da controvérsia sobre a qualificação desses profissionais.

O chanceler Antonio Patriota disse nesta segunda-feira que as negociações para a vinda dos médicos cubanos envolvem a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Associações médicas brasileiras são contra a autorização para que médicos formados em Cuba atuem no Brasil, argumentando que as faculdades cubanas têm padrões inferiores aos brasileiros e que em alguns casos os cursos de medicina cubanos equivalem aos cursos brasileiros de enfermagem.

Na última década, o regime comunista cubano enviou 30 mil médicos para trabalhar em bairros pobres da Venezuela, principal aliado político de Havana. Em troca, o governo socialista de Caracas envia petróleo mais barato à ilha.

No Brasil, os médicos cubanos devem ser enviados a lugares remotos do Nordeste e da Amazônia, onde médicos brasileiros relutam em se instalar.

“Cuba é muito proficiente nas áreas da medicina, farmácia e biotecnologia, e o Brasil está considerando receber médicos cubanos em negociações que envolvem a OPAS”, disse Patriota em entrevista coletiva ao lado do colega cubano, Bruno Rodríguez.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) chamou de “irresponsável” a proposta do governo de permitir a entrada de médicos “cuja formação profissional suscita dúvidas, com respeito à sua qualidade técnica e ética.”

A entidade emitiu um comunicado exigindo que médicos estrangeiros ou brasileiros que obtiveram diplomas no exterior sejam revalidados no Brasil antes de serem autorizados a praticar a medicina no país.

Patriota afirmou que o plano vai fortalecer as relações do Brasil com Cuba, que vêm se estreitando desde que o PT assumiu a Presidência, dez anos atrás.

Ele anunciou que o Brasil irá financiar a modernização de cinco aeroportos em Cuba, onde a empreiteira Odebrecht já está construindo um terminal de contêineres, no porto de Mariel.

Também nesta segunda-feira, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, assinou em Havana um acordo que prevê um empréstimo de 176 milhões de dólares do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para melhorar e ampliar os aeroportos de Havana, Santa Clara, Holguín, Cayo Coco e Cayo Largo.

(Reportagem de Anthony Boadle)

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.