Bolsa escravidão. Ou um texto irônico e de mal gosto.

Blog de Sociologia Política

Com a aprovação da formalização da profissão de empregados domésticos uma velha crise veio à tona: o Brasil sem escravidão vai acabar? Assim disseram os donos dos cafezais, juntando-se (numa rara união) com os oligarcas do açúcar. Nossa imprensa, que já não leva mais o nome de “Senhor”, esbravejou: as nobres famílias brasileiras não conseguirão pagar por seus empregados, o Estado deve nos restituir de nossos investimentos! Assim, pensou-se em como a Previdência poderia resolver o problema de nossa triste, porém mui nobre, classe senhorial. Diminuir a contribuição para esse tipo de contrato de trabalho, talvez. Uma bolsa empregados domésticos, talvez.

No dia 05/05/2013, num muito reputado diário de nossa aristocrática nação, uma dama de nossa sociedade (colunista do tal diário) expressou sua indignação com a regulamentação da dita profissão.[1] Escreveu a eminente colunista: “Também não foi falado, mas é bom lembrar,  que as empregadas passaram a ter direito…

Ver o post original 299 mais palavras

Brunoro quer troca de Valdivia por Luis Fabiano

Blog do Paulinho

Gente ligada a José Carlos Brunoro garante que o dirigente palestrino sondou possível trova de Valdivia por Luis Fabiano, do São Paulo.

Cañete também interessaria ao Verdão, que poderia indicar outro jogador em caso de negociação.

A primeira resposta do dirigente são-paulino, consultado por Brunoro, não teria sido positiva com relação a ter Valdivia no negócio, mas o clube aceitaria negociar o Fabuloso por boa quantia em dinheiro.

Porém, se a troca fosse pura e simples do chileno por Cañete, tratado como “preguiçoso” pelo São Paulo, a transação poderia ser facilitada.

A diretoria tricolor considera ainda que apesar dos últimos atos de indisciplina que queimaram Luis Fabiano não apenas com a comissão tecnica, mas também com o torcedor, o atacante ainda teria bom valor de mercado, apesar da idade, enquanto Valdivia, mesmo mais novo, não tem mais o mesmo apelo comercial.

Ver o post original

Francesco Romoli, Ciudades Imaginarias

creactivarte

Hoy os traigo una interesante serie de fotografías que gratamente me he topado cotilleando un poco por la red, se trata de  de un trabajo de Francesco Romoli, un fotográfo Italiano nacido en 1977 en Pisa, ciudad en la que tiene su estudio. Sus trabajos están enfocados a la fotografía surrealista y el diseño gráfico. Como podréis ver en esta serie de fotografías llamadas Ciudades Imaginarias su trabajo es muy expresivo.

Ver o post original 41 mais palavras