PT agora controla protestos no país

PT agora controla protestos no país

sexta-feira, 28 de junho de 2013
 

Blog do Esmael

Lula e Dilma, através do PT e dos sindicatos, ocupam o vácuo nos protestos de rua; de agora em diante, presume-se, os movimentos de reivindicação terão a forte presenta dos partidos e entidades; ausência de verticalidade abriu brecha para oportunistas, neofascistas, lúmpens e para a velha mídia chupa-cabras; em Curitiba, petistas e cutistas vão às praças com as seguintes bandeiras: apoio à reforma política e ao plebiscito; marco regulatório da mídia; redução da tarifa em Curitiba para R$ 2,60 e R$ 1 a domingueira; desmilitarização da PM; fim dos pedágios; jornada de trabalho de 40 horas; etc.O Partido dos Trabalhadores resolveu não dar sorte ao azar e por isso, por orientação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a agremiação entrou com força total nas manifestações de rua em todo o país. Prova disso, neste sábado, a partir das 10 horas, na Boca Maldita, petistas e movimentos sociais ligados a eles ocuparão as praças centrais da capital paranaense. Pelo Facebook, 4 mil pessoas já confirmaram presença. 

Dentre as bandeiras políticas desse movimento estão: apoio à reforma política e ao plebiscito; marco regulatório da mídia; redução da tarifa em Curitiba para R$ 2,60 e R$ 1 a domingueira; desmilitarização da PM; fim dos pedágios; jornada de trabalho de 40 horas; etc.

A velha mídia vinha fazendo o discurso contra a presença dos partidos políticos nos protestos, pois a própria pretendia dirigir o curso das manifestações. Os barões da imprensa se aproveitaram da acefalia no movimento para inserir suas demandas, como se fossem as do povo. Deu certo, em parte. 

O Congresso Nacional se curvou à Globo e a PEC 37 foi engavetada, mas, por outro lado, a presidenta Dilma Rousseff fez valer sua própria PEC que reforça a presença das polícias judiciárias nas investigações criminais — ao invés do Ministério Público.

O Partido da Imprensa Golpista (PiG) fez o discurso contra os partidos porque sabia, desde o início, que a única agremiação capaz de dirigir as massas era o PT. Ser contra as legendas, portanto, significava ser contra o PT. 

Se os protestos são ruins com os partidos políticos, muito pior sem eles. Pelo menos os setores médios da sociedade — e os mais desavisados — descobriram que sem organização, uma direção vertical, esses movimentos são alvos fáceis de oportunistas e vândalos. Que neofascistas e lúmpens se aproveitam para ir à forra; enfim, a política real, a do asfalto, carece de líderes e de forças vivas.

Lula e Dilma sabem disso. Colocaram o PT e os sindicatos para ocupar esse vácuo. Além disso, a presidenta Dilma pôs-se na ofensiva ao propor reforma política com consulta popular. Agora, por incrível que possa parecer, a velha mídia, que vinha se dizendo defensora da sociedade em verso e prosa, agora não quer que o povão opine. A Globo e outros são contra o Plebiscito e temem a ideia de uma Constituinte.

Como se vê, não demorou muito para cair a máscara da velha mídia. Sempre prevalecerão os interesses dos donos dos veículos de comunicação em detrimento da ampla massa. Fica o ensinamento pedagógico.

 
 

Tags: 

 
 

El Vaticano muestra su plena disposición a colaborar en la investigacion del IOR

PanaNoticias

fotonoticia_20130628203016_500El director de la Oficina de Prensa de la Santa Sede, el padre Federico Lombardi ha asegura la plena disposición de la Santa Sede a colaborar con las autoridades vaticanas, tras la detención de tres personas, entre ellas el prelado Nunzio Scarano, por presunto blanqueo de dinero procedente del Instituto de Obras Religiosas (IOR), mas conocido como Banco Vaticano.

En todo caso, ha apuntado que, por el momento, “la Santa Sede no ha recibido ninguna solicitud de las autoridades italianas competentes sobre la cuestión, pero confirma su disponibilidad a una plena colaboración”.

Igualmente,  ha indicado que “la autoridad vaticana competente  (la AIF), sigue el problema para, de ser necesario, tomar las medidas apropiadas”.

Lombardi ha señalado también que “monseñor Nunzio Scarano fue suspendido del servicio en la Administración del Patrimonio de la Santa Sede (APSA) desde hace más de un mes, cuando los superiores fueron informados que era investigado”.

Así, el portavoz…

Ver o post original 32 mais palavras