Arcebispo Tutu disse: “não posso adorar um Deus homofóbico”

Mamapress

agência de notícias AFP
 Extraìdo do Coletivo de Entidades Negras
Da África do Sul, o prêmio Nobel da Paz arcebispo Desmond Tutu disse que nunca vai adorar um “Deus homofóbico” e preferia ir para o inferno.
O arcebispo emérito falava no lançamento de uma campanha apoiada pela ONU na África do Sul para promover os direitos dos gays. Apesar das relações do mesmo sexo, serem legal na África do Sul, ainda tem alguns dos piores casos de violência homofóbica, disse Navi Pillary, chefe de Direitos Humanos da ONU.
Arcebispo Tutu, 81 anos, é um ativista de longa data pelos direitos dos homossexuais.Aposentou-se como arcebispo da Cidade do Cabo em 1996, mas ainda é a consciência moral da nação.
Eu estou tão apaixonado por esta campanha,assim como eu estava na luta contra o apartheid “
Relações do mesmo sexo são ilegais em mais de um terço dos países do mundo e…

Ver o post original 276 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.