SIEMENS ACUSA SERRA. FEDEU!

Siemens acusa Serra. Fedeu!

 
Por Altamiro Borges

Os ventos mudaram e os tucanos estão apavorados. A própria Folha serrista estampou nesta quinta-feira (8) uma manchete mortal: “Serra sugeriu que Siemens fizesse acordo, diz e-mail”. Segundo a reportagem, assinada por Flávio Ferreira, Catia Seabra e Julianna Sofia, “o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) sugeriu à multinacional alemã Siemens um acordo em 2008 para evitar que uma disputa empresarial travasse uma licitação da CPTM, de acordo com um e-mail enviado por um executivo da Siemens a seus superiores na época”.

 
A revelação detona o grão-tucano, que ainda briga para ser candidato nas eleições presidenciais de 2014. As más línguas até insinuam que a denúncia foi vazada pelo rival Aécio Neves. Seria um tiro no pé, já que o escândalo atinge todo o PSDB. Mas os boatos não são totalmente descabidos – os tucanos costumam se bicar de forma sangrenta. A matéria da Folha desmente o amigo Serra. Na semana passada, o ex-governador paulista jurou que não conhecia a existência do cartel nas obras do metrô de São Paulo. Ele deu uma de santo e ingênuo. O que ele falará agora?
 
Segundo a reportagem, o e-mail “relata uma conversa que um diretor da Siemens, Nelson Branco Marchetti, diz ter mantido com Serra e seu secretário de Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella, durante congresso do setor ferroviário em Amsterdã, na Holanda. Na época, a Siemens disputava com a espanhola CAF uma licitação milionária aberta pela CPTM para aquisição de 40 novos trens, e ameaçava questionar na Justiça o resultado da concorrência se não saísse vitoriosa”.
 
“A Siemens apresentou a segunda melhor proposta da licitação, mas esperava ficar com o contrato se conseguisse desqualificar a rival espanhola, que apresentara a proposta com preço mais baixo. De acordo com a mensagem do executivo da Siemens, Serra avisou que a licitação seria cancelada se a CAF fosse desqualificada, mas disse que ele e Portella “considerariam” outras soluções para evitar que a disputa empresarial provocasse atraso na entrega dos trens”.
Procurado pela Folha, o ex-governador jurou que não se encontrou com os executivos da Siemens e “afirmou que a licitação foi limpa, com vitória da empresa que ofereceu menor preço”. O jornal serrista até tenta aliviar a barra do ex-governador. “Os documentos examinados pela Folha não contêm indícios de que Serra tenha cometido irregularidades, mas sugerem que o governo estadual acompanhou de perto as negociações entre a Siemens e suas concorrentes”. 
 
Postado por Mir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.