post-tijolaço

Conselhos ameaçam profissionais que trabalham no “Mais Médicos”

23 de agosto de 2013 | 13:12

O Conselho Federal e os regionais de Medicina estão ameaçando com processos ético-profissionais e com punições (que podem, no caso, chegar à suspensão do registro e do direito de clinicar) os médicos do serviço público que integrarem como gestores ou supervisores de profissionais estrangeiros.

cremesp

Com o claro intuito de provocar o medo entre os médicos do serviço público que participam ou dirigem programas oficiais do Governo que utilizarem médicos estrangeiros, um e-mail do CFM, que está sendo repassado pelos Conselhos Regionais diz que “tais médicos estão passíveis de processos e penalizações de caráter ético-profissional, civil e criminal pelos atos praticados por participantes e intercambistas do Programa Mais Médicos”.

Reproduzo o e-mail que me foi enviado por um médico, chocado com a atitude intimidatória que sua entidade profissional está assumindo.

Notem que o texto não apenas exige o Revalida, mas que este seja nos seus moldes atuais.

Não aceita, portanto, o exame destes profissionais estrangeiros previsto para se realizar, a partir da semana que vem, em universidades federais brasileiras.

Apenas para lembrar, se o exame realizado pelo Cremesp, o conselho paulista, tivesse a aprovação como condicionante do registro profissional, 54,5% dos formados em medicina no Estado de S. Paulo – reprovados no teste – não poderiam clinicar.

Os conselhos de medicina precisam refletir no que estão fazendo. Vão jogar a população contra os médicos, que em sua enorme maioria são trabalhadores preocupados em atender corretamente a população.

Não podem se deixar levar pela elite da corporação médica, encastelada em suas clínicas particulares, nem por grupos imaturos de médicos jovens – aquele pessoal do “somos ricos, somos cultos” – que só vê na profissão o resultado financeiro que pretende.

Agindo com este furor e sem ponderação – ponderação, cautela e vagar que nunca lhes falta na hora de punir médicos desidiosos com a população, como aqueles da fraude do ponto com dedos de silicone, que continuam, quatro meses depois, com seus CRM ativos – vai provocar inevitavelmente a percepção, pela população mais pobre que seu dito interesse pela qualidade da medicina só tem importância quando defende suas conveniências.

 

Por: Fernando Brito

COMEDIANTE CHRISTINA BIANCO IMITA 19 DIVAS DA MÚSICA COM A CANÇÃO ‘TOTAL ECLIPSE OF THE HEART’

Mais Médicos: Alheias a embate ideológico, pequenas cidades comemoram vinda de médicos cubanos

bloglimpinhoecheiroso

Entidades representativas da categoria apelam a “trabalho escravo” e comunismo para se opor a chegada de profissionais, já a partir da próxima semana. Governo diz que questão é humanitária.

Nicolau Soares e Rodrigo Gomes, via Rede Brasil Atual

Secretários municipais de Saúde de cidades do Norte e Nordeste brasileiros estão animados com a possibilidade de a população receber atendimento médico por meio do programa federal Mais Médicos, independente da nacionalidade dos profissionais. Gestores públicos ouvidos pela reportagem da RBA destacam que o importante é a população ter acesso à atenção básica em saúde e apontam preocupações mais cotidianas e menos ideológicas sobre o processo. Os profissionais cubanos começam o atendimento às populações em 16 de setembro.

Segundo o Ministério da Saúde, os 400 médicos cubanos que atuarão na primeira etapa do programa, por meio de acordo firmado na quarta-feira, dia 21, entre o Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana…

Ver o post original 2.046 mais palavras

O analfabeto midiático

bloglimpinhoecheiroso

Veja_Globo_Alienacao

Ele imagina que tudo pode ser compreendido sem o mínimo esforço intelectual. Reflexões em torno de poema de Brecht, no século 21.

Celso Vicenzi, via Outras Palavras

O pior analfabeto é o analfabeto midiático. Ele ouve e assimila sem questionar, fala e repete o que ouviu, não participa dos acontecimentos políticos, aliás, abomina a política, mas usa as redes sociais com ganas e ânsias de quem veio para justiçar o mundo. Prega ideias preconceituosas e discriminatórias, e interpreta os fatos com a ingenuidade de quem não sabe quem o manipula. Nas passeatas e na internet, pede liberdade de expressão, mas censura e ataca quem defende bandeiras políticas. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas. E que elas – na era da informação instantânea de massa – são muito influenciadas pela…

Ver o post original 803 mais palavras

Paulo Moreira Leite: Voto e consciência no STF

bloglimpinhoecheiroso

Confesso que saí atordoado do STF, ontem [21/8]. Não foi a vitória de Joaquim Barbosa que causou surpresa.

Paulo Moreira Leite em seu blog

Ouvi um ministro, Luís Roberto Barroso, dizer que concordava com o revisor Ricardo Lewandowski, mas que iria votar com Joaquim Barbosa porque estava acabando de chegar ao STF. Não se sentia no direito de questionar a primeira fase do julgamento, quando ainda não fazia parte do tribunal.

Se estivesse no STF desde o início, explicou Barroso, “muito provavelmente me inclinaria pela tese dele [Lewandowski]. Mudaria a situação não só desse réu, mas de muitos outros”. O ministro afirmou ainda: “Fiz escolha difícil ao começar a participar deste julgamento. Foi a de que eu serviria melhor à Justiça e ao País se eu chegasse para não revirar um julgamento que consumira mais de 50 sessões deste plenário. Se o tribunal se dispusesse a…

Ver o post original 1.778 mais palavras