Para professor da USP, gestão de Fernando Haddad pode virar marco em São Paulo

bloglimpinhoecheiroso

Haddad_Ciclovias01

Via Brasil 247

O professor de Arquitetura e Urbanismo da USP Guilherme Wisnik elogia as ações do prefeito Fernando Haddad (PT) e diz que elas podem virar um ponto de virada civilizatória em São Paulo. Segundo ele, nem os maiores opositores de sua gestão podem negar o fato de que suas ações estão orientadas para o interesse coletivo. Leia.

A virada civilizatória de Haddad
O prefeito Fernando Haddad segue hoje uma agenda própria, que confronta tabus de São Paulo, como o protagonismo do carro.

É difícil hoje alguém ter a coragem de contestar o fato de que as cidades precisam encontrar novas soluções para o deslocamento em massa, e deixar de construir mais viadutos e túneis. Elas precisam de soluções que não consumam tanto petróleo, que não poluam tanto o ar, que não induzam à impermeabilização do solo e que não gerem tanto congestionamento.

Em São Paulo, nem os maiores…

Ver o post original 552 mais palavras

CPI da Petrobras convoca Aécio e mais 8

No Cariri


Não foram votadas as quebras de sigilo de empreiteiras citadas na operação Lava Jato

A CPI mista da Petrobras aprovou nesta quarta-feira nove requerimentos de convocação para depoimentos que serão realizados nas próximas semanas. Entre os nomes, não estão presentesmembros do PT e PSDB que constavam nas listas de requerimentos, como a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, e o senador Aécio Neves (PSDB-MG). Também não foram votadas as quebras de sigilo de empreiteiras citadas na operação Lava Jato da Polícia Federal.

O início da sessão de hoje atrasou duas horas. Na sala anexa ao plenário da comissão, líderes de partidos passaram cerca de uma hora e meia tentando traçar um acordo sobre quem deveria ser convocado. Os aprovados são: Rafael Angulo Lopez, responsável pela operação financeira do doleiro Alberto Youssef; Saul Sabbá, representante legal do Banco Máxima; Waldomiro Oliveira, dono de três empresas usadas…

Ver o post original 166 mais palavras