Aécio, um mero instrumento da revanche de FHC

Luis Nassif, via Jornal GGN Aécio reassumiu sua cadeira no Senado prometendo cobrar “violentamente” os compromissos de campanha de Dilma. Não basta cobrar assertivamente, persistentemente. Tinha de…

Source: limpinhoecheiroso.com

See on Scoop.itBOCA NO TROMBONE!

Carpinejar e o mais belo texto sobre o poeta Manoel de Barros

Aurora de Cinema Blog

O magistral Poeta gaúcho encharca de profunda beleza nossa sensibilidade, reafirmando-se como o mais importante poeta da literatura contemporânea a prestar a mais arguta, sensível, profunda e admirável Homenagem ao Poeta Manoel de Barros, falecido hoje.

Diga-se de passagem que Barros não está aí para os ditames do mercado. Inverte a escala do válido e do inválido. O que a sociedade de consumo preza, ele despreza, e vice-versa. Não está interessado em repetir o cotidiano, mas em reciclá-lo. Um carro no ferro-velho, de acordo com sua teoria, tem mais valor que um novo na concessionária. O carro é mais importante ao adotar besouros, atuando para uma atividade lúdica. Alheio à vida útil do objeto, dedica-se à vida espiritual que se inicia no fim prático, quando o objeto é rejeitado. “Todas as coisas apropriadas ao abandono me religam a Deus”(Livro sobre Nada).

Com você, leitor amigo do #BlogAuroradeCinema, o…

Ver o post original 1.817 mais palavras

Protesto de MTST e CUT por “reformas populares” reúne 12 mil em São Paulo.

Luíz Müller Blog

 Dario Oliveira/Código 19/Estadão Conteúdo
  • Manifestantes se concentram no vão livre do Masp, na avenida Paulista, em São Paulo, para a Marcha Popular pelas Reformas, nesta quinta-feira (13). A marcha, organizada por movimentos sindicais e sociais, reivindica reformas estruturais como urbana, agrária, tributária e a democratização dos meios de comunicação, além da realização de uma constituinte para reforma do sistema político

    Manifestantes se concentram no vão livre do Masp, na avenida Paulista, em São Paulo, para a Marcha Popular pelas Reformas, nesta quinta-feira (13). A marcha, organizada por movimentos sindicais e sociais, reivindica reformas estruturais como urbana, agrária, tributária e a democratização dos meios de comunicação, além da realização de uma constituinte para reforma do sistema político

Movimentos sociais, entre eles o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) e a CUT (Central Única dos Trabalhadores), realizam um protesto desde o final da tarde desta quinta-feira (13) por algumas dasprincipais avenidas de São Paulo.

De acordo com policiais militares que acompanham o ato, cerca de 12 mil pessoas estão presentes. Os organizadores estimam em 15 mil. Segundo a PM, não foram registradas ocorrências até agora.

Neste momento, os ativistas descem a rua da Consolação em direção à praça da Sé. Antes, os manifestantes percorreram…

Ver o post original 268 mais palavras