Vídeo: deputado revela “salário inconstitucional” de Moro

  O deputado Wadih Damous (PT-RJ) disse nessa quinta-feira (20), na tribuna da Câmara, o salário de Moro: 77 mil Reais por mês. O teto é limitado ao salário dos ministros do Supremo: 37,4 mil Reais.”É um verdadeiro acinte moral.

Sourced through Scoop.it from: www.diariodocentrodomundo.com.br

See on Scoop.itBOCA NO TROMBONE!

A sentença do juiz a favor de Gentili é uma piada. Por Paulo Nogueira

Você é Lula. Insultam você. Você vai à Justiça. E então seu caso cai nas mãos de um juiz que tem como referências jornalísticas William Waack e Míriam Leitão. Bem, você está frito. Foi, em resumo, o que aconteceu agora com Lula ao interpelar Danilo Gentili depois que este disse que o atentado no Instituto Lula foi uma farsa. O juiz, Carlos Eduardo Lora de Franco, rejeitou a interpelação. Franco disse que era uma piada. O único problema da sentença é o seguinte: não era piada. Você pode até argum

Sourced through Scoop.it from: www.diariodocentrodomundo.com.br

See on Scoop.itBOCA NO TROMBONE!

Na íntegra, o bate-boca entre Joaquim Barbosa e Mendes

Gilmar Mendes, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), e o ministro Joaquim Barbosa bateram-boca hoje à tarde no plenário do tribunal. Eles discutiam duas ações que já haviam sido julgadas no Supremo em 2006. O bate-boca começou quando os

Sourced through Scoop.it from: noblat.oglobo.globo.com

See on Scoop.itBOCA NO TROMBONE!

Gilmar Mendes volta a dar razão a Joaquim Barbosa | Blog da Cidadania

O pedido de Gilmar Mendes ao Procurador Geral da República para investigar as contas de campanha de Dilma não passa de encenação para criar um fato político. Parece lícito supor que tenha combinado isso na reunião que teve com Eduardo Cunha no mês passado, quando a imprensa disse que ambos discutiram o impeachment de Dilma. Gilmar volta a dar razão a Joaquim Barbosa, que o acusou de

Sourced through Scoop.it from: www.blogdacidadania.com.br

See on Scoop.itBOCA NO TROMBONE!

Acorde cedo, trabalhe duro e tudo ficará bem. Ou não

Blog da Milly

Enquanto a gente continua a debater as manifestações pelas ruas do Brasil, o destrambelhado governo Dilma, se Lula vai ser citado na lava-jato ou se Cunha finalmente cai o mundo vai pelejando para sobreviver aos efeitos da crise que se alastra e, entregues à discussão pequena, deixamos de falar sobre o que me parece mais grave.

Seria interessante se pudéssemos relacionar as crescentes crises humanitárias atuais com o sistema econômico que nos embala, e que é esse com o qual Dilma fez um pacto ainda mais profundo ao adotar medidas de austeridade, essas que cortam benefícios sociais e privilegiam o poder concentrado do capital privado.

Se pegarmos apenas um problema mundial, como o número de refugiados no centro e do norte da Africa que esse ano morreram afogados tentando chegar a Europa, talvez já possamos enxergar o que o capitalismo tem a ver com a tragédia.

Segundo o New York Times, 1800…

Ver o post original 934 mais palavras