Dono do BTG pagou R$45 milhões a Eduardo Cunha para alterar MP dos bancos

bloglimpinhoecheiroso

Eduardo_Cunha_PMDB194_BTG

Via Brasil 247 em 29/11/2015

Documento apreendido pela Procuradoria Geral da República (PGR) dá conta de que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), recebeu R$45 milhões do Banco BTG Pactual em troca da aprovação de uma emenda provisória para beneficiar o banco.

A anotação foi encontrada por agentes da Polícia Federal na casa de Diogo Ferreira, chefe de gabinete do senador Delcídio do Amaral (PT/MS), e preso com ele na quarta-feira, dia 25/11, em decorrência da Operação Lava-Jato.

Segundo os investigadores, o documento faz parte de um conjunto de papéis que possivelmente constituía um roteiro de ação de Delcídio junto a ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Supremo (STF) para tentar soltar o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que também está preso pela Lava-Jato.

No verso, conforme publicação da Folha de S.Paulo, há um escrito com referência ao BTG. A PGR, contudo, não…

Ver o post original 311 mais palavras

Anúncios

Novas denúncias complicam situação de Eduardo Cunha no Conselho de Ética

Diálogos Políticos

Não foi à toa que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), decidiu adiar a análise e despacho de pedidos de impeachment da presidente Dilma Rousseff, marcada em princípio para esta segunda-feira (30).

Com as denúncias surgidas neste domingo (29) de que o deputado teria recebido R$ 45 milhões para aprovar em 2013 uma emenda que favorecia o banco BTG Pactual, a defesa do peemedebista acendeu a luz vermelha.

Interlocutores no Congresso ouvidos pelo Jornal do Brasilgarantem que o Conselho de Ética, que já estava inclinado a pedir abertura de processo de cassação contra Cunha, está agora mais convencido e pressionado a partir das novas denúncias.

Presidente da Câmara deu entrevista coletiva nesta segunda-feira (30) negando denúncias de propina
Presidente da Câmara deu entrevista coletiva nesta segunda-feira (30) negando denúncias de propina

Pesa, ainda, contra Cunha o recente aval do plenário do Senado pela manutenção da prisão do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), pedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão estimula…

Ver o post original 131 mais palavras