Oposição pedia favores à OAS, aponta PF

O empreiteiro Léo Pinheiro recebia pedidos de doações eleitorais de políticos da oposição, como o presidente do DEM, senador Agripino Maia (RN), o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o deputado Jutahy Júnior (PSDB-BA); é o que indica parte de suas mais de 80 mil mensagens de celular interceptadas pela Polícia Federal no âmbito da Operação Lava Jato; Agripino Maia, que já é réu no STF, aborda o empreiteiro “para transmitir os dados do DEM nacional”; Rodrigo Maia pergunta: “A doação de 250 vai entrar?”; Jutahy se chama de “amigo” do então presidente da OAS e agradece por doações feitas pela empresa à sua campanha

Sourced through Scoop.it from: www.brasil247.com

See on Scoop.itBOCA NO TROMBONE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.