#ChifreGate : O que interessa é o chifre colocado pela Globo e por FHC no povo brasileiro.

No escândalo #ChifreGate os chifres de FHC, envolvendo sua esposa D. Ruth e a relação extra-conjugal com a jornalista Mirian Dutra, apesar da fofoca que rende na era das celebridades, é o que menos interessa. O chifre que interessa é o que FHC, Globo, empresas e órgão públicos da gestão tucana colocaram no povo brasileiro,…

Sourced through Scoop.it from: luizmullerpt.wordpress.com

See on Scoop.itBOCA NO TROMBONE!

Cartel midiático culpa PT até pelos “malfeitos” de FHC

Cantanhêde, Schwartsman e toda a fila de paus-mandados dos barões da mídia que estão tratando o PT como culpado pelas estripulias de FHC sem disporem de um fio de prova, porém, podem ficar descansados. Não há lei que incomode a máfia tucana

Sourced through Scoop.it from: www.brasil247.com

See on Scoop.itBOCA NO TROMBONE!

Matarazzo quis comprar silêncio da “Caros Amigos”

Colunista do 247, Alex Solnik relata um episódio anterior a publicação da reportagem da revista “Caros Amigos”, que revelou a trama envolvendo Fernando Henrique Cardoso e Mirian Dutra 16 anos atrás; conta Solnik, que à época trabalhava como assessor de Andrea Matarazzo, que era, no ano 2000, ministro-chefe da Secretaria de Comunicação de Governo de FHC, quando recebeu dele o pedido para entrar em contato com a redação da revista e tentar vetar a matéria; “Essa matéria não pode sair. Diz pra ele o seguinte: se ele não publicar a matéria vai ter todos os anúncios do governo que quiser”, disse Matarazzo no pedido a Solnik, que se negou a atende-lo; “O plano naufragou. A reportagem foi publicada. Mas para mim ficou a nítida sensação de que houve ao menos uma tentativa de utilizar o poder do estado e de forma nada republicana para resolver um caso pessoal envolvendo o presidente da República”, diz Solnik

Sourced through Scoop.it from: www.brasil247.com

See on Scoop.itBOCA NO TROMBONE!

Decisão conservadora do STF ameaça democracia

“O Supremo Tribunal Federal adere à onda conservadora que avança no país desde 2010, com a decisão que autoriza prender acusados antes do trânsito completo em julgado, conforme prescreve a Constituição. Ou seja, a partir da segunda instância, antes de esgotadas todas as possibilidades de recurso. Elegantemente o ministro Celso de Mello apontou uma “inflexão conservadora” no STF. Foi mais que isso”; a afirmação é da colunista do 247, Tereza Cruvinel; ela questiona: “e se alguém foi injustamente condenado na primeira e na segunda instância? Quem devolverá os anos perdidos ao acusado que só vier a ser inocentado depois de recorrer à terceira instância?”; e complementa: “A resposta está na afirmação do ministro Marco Aurélio Mello, um dos quatro ministros do STF que votaram contra a mudança. “Mil vezes culpados soltos do que um inocente preso”, afirmou”; Cruvinel arremata: “A decisão do STF é comum em regimes autoritários, por sinal”

Sourced through Scoop.it from: www.brasil247.com

See on Scoop.itBOCA NO TROMBONE!