Moro e a Globo serão responsáveis por cada gota de sangue derramada. Por Carlos Fernandes

O que o juiz Sérgio Moro em conluio com a Rede Globo fizeram no mesmo dia em que o ex-presidente Lula foi confirmado no mais importante ministério do governo foi de uma irresponsabilidade e de uma ilegalidade inimaginável. Grampear celulares da atual presidenta do país, além de pôr em risco a segurança nacional, escancara o espírito policialesco em que o Estado brasileiro vive promovido justamente por quem deveria combatê-lo. Moro, que há muito tempo perdeu completamente todas as prerrogativas da magistratura, ultrapassou a fronteira das suas já irregulares atuações midiático-partidárias e avançou para a violação das mais básicas regras legais. Quando pensávamos que apenas os Estados Unidos da América se utilizavam de escutas ilegais contra chefes de Estado de repúblicas …

Sourced through Scoop.it from: www.diariodocentrodomundo.com.br