Mídia e oposição esperneiam diante da anulação da votação do Impeachment | Jornalistas Livres

O presidente interino da Câmara dos deputados, Waldir Maranhão (PP), anulou a sessão de votação de impeachment de Dilma. Em sua decisão, baseada na Lei do impeachment (1079/50), no Regimento Interno da Casa e na Constituição Federal, Maranhão argumentou que a sessão de votação cometeu vícios que infringiram tanto normas legais e regimentais, como o amplo direito de defesa da presidenta. Essa decisão, obviamente, caiu como uma bomba no cenário nacional. A grande mídia está literalmente esperneando. Trazendo parlamentares, advogados e correspondentes para refutar a decisão da presidência da Câmara. Já o chamaram de desequilibrado, intempestivo, ilegítimo, entre outros adjetivos que visam desqualifica-lo. Fazem o mesmo com a decisão em si. Segundo os impeachmistas, é uma atitude absurda, oportunista, de …

Sourced through Scoop.it from: jornalistaslivres.org

See on Scoop.itBOCA NO TROMBONE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.