Livros em tempos de Facebook

CÁSSIO SERAFIM

No domingo passado, eu passava pela Feira do Livro de Lisboa, no Parque Eduardo VII. Caminhava entre as tendas das editoras, o olho corria rápido entre um e outro mostruário, umas capas prendem a minha atenção, aproximei-me e apanhei um livro de capa dura, bonito, papel fotográfico. Era uma reedição de um grande escritor português. Fetiche de bibliófilo. Prazer.

Tomei o livro entre as minhas mãos, admirei-o, senti-o. Comentei que me alegrava imensamente o facto de terem publicado o tal autor e a tal obra, que bem mereciam edição tão bem cuidada. Abri o livro. Decepção.

_ Mas o que é isto?, falei ao @RGMurilo, que estava comigo na hora.
_ O que foi? Não gostou do livro?, Murilo perguntou.
_ Da capa, mas não se compra um livro só pela capa, né?!
_ Olhe, é um título famoso. E a edição parece especial, como você já observou.
_…

Ver o post original 187 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.