Texto (e fotos) publicado no site “Por que hoje é sábado”, edição especial “Mulheres lendo” (16/07/2016)

O Homem Despedaçado

Quem me conhece, sabe que, entre as dezenas de assuntos que me interessam (para ficar em alguns mais recentes, encontro-me lendo sobre o sistema jurídico da Atenas antiga e sobre as evoluções do conceito de virtude em Samuel Richardson e Marquês de Sade), estão as mulheres leitoras e, em especial, a forma com que a arte, a fotografia e a propaganda costumam retratá-las.

Pode parecer um assunto pouco relevante, mas não é. Desde os primórdios, a leitura foi considerada uma atividade feminina, e existem representações abundantes de mulheres de todas as idades lendo. Os homens saíam para a guerra e viam com condescendência as mulheres com um livro na mão, atribuindo-lhes, assim, um caráter sonhador e descolado da realidade. É muito interessante constatar como esse discurso silencioso – e de dominação – perpassa por toda a História da Arte e é retratado até os dias atuais, quando consideramos natural ver…

Ver o post original 381 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.