Em protesto contra golpe no Brasil, chefes de Estado boicotam abertura dos Jogos Olímpicos

Vai dar merda. Apenas o presidente francês François Hollande confirmou na abertura dos Jogos Olímpicos, em 5 de agosto. O boicote é contra o golpe de Est

Fonte: Em protesto contra golpe no Brasil, chefes de Estado boicotam abertura dos Jogos Olímpicos

Depressão na Adolescência — Crianças a torto e a Direitos

Texto do site http://uptokids.pt/ de 29 de junho de 2016. Eu não queria estar aqui mas a minha mãe obrigou-me! E porque é que achas que a tua mãe quis que viesses falar comigo? Porque eu já tentei suicidar-me e quero voltar a fazê-lo, aliás já tenho tudo planeado e sei exatamente como e quando isso […]

via Depressão na Adolescência — Crianças a torto e a Direitos

Possível volta de Dilma já preocupa os golpistas

Ninguém precisa ser muito inteligente para perceber a nova investida da mídia comprometida com o golpe, que perdeu a credibilidade e o respeito dentro e fora do país justamente por sua atuação vergonhosa em apoio ao estupro da Constituição e ao governo dele decorrente

Fonte: Possível volta de Dilma já preocupa os golpistas

O golpe, o doping, o terror e o baixo astral olímpico – O Cafezinho

Por Luis Edmundo Araujo, editor de esporte do Cafezinho No início tudo foi festa. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva havia vencido o mensalão (a vanguarda do golpe, pra sondar o terreno) e pair…

Fonte: O golpe, o doping, o terror e o baixo astral olímpico – O Cafezinho

Assista o depoimento de Sergio Vaz no Espaço Itaú Cultural de Literatura em Paraty

LOID

Sérgio Vaz, poeta e produtor cultural, fala sobres as festas literárias na periferia de São Paulo e a falta de autores negros na Flip 2016 e explica seu “preguiçoso” método de escrita e sua “baixa” produtividade.

Depoimento gravado em junho de 2016 no Espaço Itaú Cultural de Literatura, em Paraty/RJ.

Parte 1

Parte 2

Créditos
Gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura: Claudiney Ferreira
Coordenadora de conteúdo audiovisual: Kety Fernandes Nassar
Produção audiovisual: Paula Bertola
Captação, edição e entrevista: Douglas Lambert (terceirizado)

Ver o post original

Hipótese Geográfica como Causa da Desigualdade Mundial

Blog Cidadania & Cultura

Fatores da Prosperidade_pensadores

No livro “Porque as nações fracassam: as origens do poder, da prosperidade e da pobreza” (tradução Cristiana Serra. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012), Daron Acemoglu e James A. Robinson criticam uma teoria muito aceita sobre as causas da desigualdade mundial: a hipótese geográfica.

Segundo a qual, o abismo que separa países ricos e pobres é gerado por diferenças geográficas. Muitos países pobres, como os da África, da América Central e do Sul da Ásia, localizam-se entre os trópicos de Câncer e de Capricórnio. As nações ricas, em contrapartida, tendem a situar-se nas latitudes temperadas.

Essa concentração geográfica da pobreza e da riqueza confere um apelo superficial à hipótese geográfica, ponto de partida das teorias e opiniões de não poucos cientistas sociais e sumidades em geral – o que não a torna menos equivocada.

Ver o post original 822 mais palavras