As dez vezes em que Keith Richards escapou da morte

A velha anedota diz que, após o apocalipse nuclear, tudo o que restará serão as baratas … e o KEITH RICHARDS. Nessa lista que vem logo abaixo, o bom e velho Keef sobrevive a vícios em drogas, fogo, veneno, acidentes no palco, Hell’s Angels, bibliotecas e palmeiras. Há muita lenda sobre a incrível longevidade daquele que é, realmente, o Mr. Rock, mas os incidentes relatados, segundo as fontes, têm todos uma ponta de verdade.

1944 – Bombas sobre Londres

Aposto que você não esperava ver Adolf Hitler nesta lista, eh eh eh… Quase que o lendário guitarrista não chegava a sobreviver à guerra para gravar “Satisfaction”, anos mais tarde. Durante o auge dos ataques das bombas-voadoras alemãs a Londres, Keith e a mãe fugiram para uma região que estava fora da linha de fogo. Quando as coisas se acalmaram, eles retornaram e viram que alguns de seus vizinhos foram mortos e o…

Ver o post original 1.116 mais palavras

o estudo na hora h.

ALINE-SE

sonhei que encontrei bob dylan numa poltrona
de um café-livraria que inventei pro sonho
um lugar parecido com o centro de são paulo, mas era outro
país.
me incomodei de ver o bob sentando tão
perto
e não fazer nada a respeito. estava sem disco na mão mas vários na cabeça, como sempre,
a caixa acústica no peito com as minhas favoritas. fui até ele,
o olho muito azul me viu chegar
falando meu inglês trêmulo que aprendi no
cellep mas
no cellep não
se ensina inglês pra quando você vê bob dylan sentado e quer conversar dizendo porra foi tu
que me fez querer escrever, teu primeiro disco eu comprei nas lojas americanas e quando coloquei no carro pra tocar soava exatamente como eu tinha imaginado que soaria a música mais bonita do mundo.
o bob
me respondeu em
português algo como ótimo, que ótimo.

-você fala?
Português.

e…

Ver o post original 59 mais palavras

Mobile Photography Challenge: Nature (Bees)

The World Is A Book...

I didn’t think iPhone had the capability of captureing a flying bee. I clicked a few shots with my iPhone since I didn’t bring my Canon with me.

I guess I was so wrong about iPhone.

IMG_3017-bee

When the bee was slowing down, I moved my iPhone a little closer to the flower:

img_3013-bee 2

When the bee was working hard there, I pushed my iPhone even closer (see below).

I think the iPhone outdid itself.

IMG_3018-Macro

Made basic edits in the Lightroom.

Sally’s Mobile Photography Challenge for this week is Nature. She has created a great place for us to not only share our photos taken with smart phones. :), but also help us learn about iphotography.

For this week’s challenge, Sally said, “But even as the photograph freezes and punctuates a moment in real time, the image as story boldly marks more than a visual replica. This single image of Yosemite had a transformative effect: one that is…

Ver o post original 20 mais palavras

Tratamento desumano

Caio Neri

Causa estranhamento e repulsa o flagrante de pacientes do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico estadual submetidos a condições desumanas. Antes conhecido como manicômio judiciário, a unidade destina-se aos portadores de transtornos mentais que cometeram ilícitos penais. Independentemente do ato que tenham praticado, os internos ali estão para serem submetidos à medida de segurança, que visa precipuamente resguardar sua saúde e possibilitar sua reintegração à sociedade. Não se deve confundir com pena, que é a sanção imposta pelo Estado àquele que comete ilícito penal. Quem era, ao tempo da ação ou omissão, por doença mental ou desenvolvimento mental incompleto, inteiramente incapaz de entender o caráter ilícito do fato ou determinar-se conforme esse entendimento é considerado inimputável. Nessa condição, não há culpabilidade, requisito para a imposição de pena. Conquanto, se tratasse de pena, sua execução deveria respeitar o direito vitalício, universal e absoluto à dignidade da pessoa humana, um dos fundamentos…

Ver o post original 264 mais palavras

Quer experimentar coisa nova com barulhos antigos? Ouça Acapulco Lips!

Outros Sons

New Wave, Rock Psicodélico e principalmente Surf Music.

Sim, toda essa mistureba anos 50, 60 e 80 (não necessariamente nesta ordem) vem no bojo da banda de Seattle chamada Acapulco Lips.

Com uma sonoridade que nada tem a ver com o Grunge que colocou diversas vezes no mapa da música mundial a cidade de Nirvana e Pearl Jam, o grupo tem mais a ver na diversidade sonora com gente nova da cena de lá. Eles se juntam a uma boa leva de artistas da 23ª cidade mais populosa dos E.U.A. como Deep Sea Diver, senão na essência, mas pelo menos na liberdade de compor suas canções.

O grupo formado por Maria (baixo e vocal), Christopher (guitarra) e Davy (bateria) nasceu em 2012 e já possui contrato com a Killroom Records, selo independente dos lados de lá.

Foi por este selo que os meninos lançaram um EP em 2013 e o disco…

Ver o post original 177 mais palavras

Demetrios Galvão: ‘ecos de uma luz distante’

LOID

ecos de uma luz distante

 
 
herdei um feudo obsoleto e
seu testamento ruidoso.
 
– um cabedal ralo:
tratado de honra, lar efêmero…
 
uma terra fatiada
que se divorciou do matrimônio das águas
para o plantio de flor-de-pedra.
 
– recanto de voz metálica
que abriga assombros.
 
insônia perpétua que viaja sem descanso
ignorando as gerações em ritmo bárbaro.
 
– ecos de uma luz distante)))))))
 
por muito tempo
elaborei madrugadas em lábios rugosos
montei estandartes e
confeccionei máscaras para afogados.
 
o que herdei não se decifra
– não há ganho –
se aposta diante do espelho.
 
demetrios galvao

Ver o post original