Mercedes fecha produção e programa demissão em massa

Luíz Müller Blog

Mercedes fecha produção e programa demissão em massa

Do diário da Causa Operária 

Única alternativa contra demissão coletiva é a ocupação da fábrica

Antes de perder algum centavo em seus lucros, os empresários começam a demitir os trabalhadores para conter gastos, ou afastam os trabalhadores por tempo indeterminado.

É o que a fábricas do ABC paulista estão fazendo, especialmente as grandes empresas do ramo metalúrgico, como as montadoras Ford, Wolks, Mercedes e outras empresas.

Os patrões da Mercedes, depois de anunciarem a demissão de pelo menos 3 mil trabalhadores, para que o PPE (Programa de Proteção ao Emprego) fosse renovado, resolveram interromper a produção da empresa por tempo indeterminado sem maiores explicações. Os trabalhadores foram avisados individualmente nesta sexta-feira, 12.

O plano da empresa é demitir os trabalhadores enquanto eles estão em casa, desmobilizados, de licença. Demissão coletiva, enquanto o trabalhador está no setor de trabalho, favorece à organização dos trabalhadores contra os desmandos dos patrões.

Essa deve…

Ver o post original 145 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.