Rombo nas contas do governo Temer cresce 140% e vai a R$ 18,55 bi | Brasil 24/7

Governo central (Tesouro, Banco Central e Previdência Social) registrou déficit primário de R$ 18,552 bilhões em julho, o pior para o mês na série histórica iniciada em 1997; segundo dados do Tesouro Nacional, no acumulado dos sete primeiros meses do ano, o saldo ficou negativo em R$ 51,073 bilhões, também o pior dado para o período da série

Fonte: Rombo nas contas do governo Temer cresce 140% e vai a R$ 18,55 bi | Brasil 24/7

Pequeño catálogo de ausencias — merceroura

Le lloran en el hombro los fantasmas olvidados. Los libros viejos que nunca relee por si le recuerdan lo que no hace y desea con todas sus fuerzas… La queman por dentro las culpas y las cargas… La devora la impaciencia de todas la ilusiones almacenadas en el pecho. Le susurran al oído los ausentes… […]

via Pequeño catálogo de ausencias — merceroura

A volta do medo

Blog da Boitempo

temer medo

Por Mouzar Benedito.

Medo do futuro? Medo de assombração? Medo de polícia? Medo de ladrões? Medo de bala perdida? Medo de perder o emprego? Há muitos tipos de medo. Um deles nos parecia extinto, o medo político, de instalação de uma ditadura, de um regime de exceção em que ter certas ideias é perigoso.

Há pouco mais de dois anos a gente acreditava que isso era coisa do passado, no Brasil. Pois olha ele aí de novo. Vejo muita gente com medo. Eu, se não tenho medo disso, tenho pelo menos uma cisma, um temor. Parece que temos muito a temer. Mas não vamos tratar só desse tipo de medo.

Ver o post original 3.147 mais palavras

Destaque do Blog: VÉSPERA DE LUA, de Rosângela Vieira Rocha

MONTE DE LEITURAS: blog do Alfredo Monte

Rosângela-Vieira-RochaVÉSPERA DE LUA - FOTO

(Uma versão da resenha abaixo foi publicada originalmente em A TRIBUNA de Santos, em 30 de agosto de 2016)

É bem oportuna a reedição, pela Penalux, de VÉSPERA DE LUA; escrito no final da década de 1980, o romance de Rosângela Vieira Rocha espantosamente antecipa uma das tendências mais fortes da ficção brasileira atual: o relato agônico feminino, no qual a protagonista encontra-se numa situação -limite, num ponto de inflexão da sua existência.

No caso de Paula, de VÉSPERA DE LUA, acompanhamo-la durante uma longa noite em que ela é atormentada por um problema recorrente: dores atrozes, pré-menstruação, além da perspectiva de um confronto definitivo com Ester, sua atual companheira. De forma não-linear, seguimos sua formação dentro do universo homoafetivo; iniciada pela mãe de uma amiga, depois apaixona-se por uma mulher casada que quer dividir suas amantes com o marido; agora ela sente o esgotamento da relação com…

Ver o post original 384 mais palavras

Agenda de feiras de livros no Brasil (Agosto/Setembro) e algum desabafo

Falando em Literatura...

Veja as feiras de livros que estão acontecendo agora ou que começarão em setembro:

Eu fiquei tão constrangida quando vi a lista de “autores” que dariam autógrafos, que nem vou reproduzir aqui. O panorama literário brasileiro, infelizmente, vai de mal a pior. Qualidade literária zero em muitas feiras, reflexo dos leitores? Quem domina quem? O mercado ou os leitores que pedem literatura descartável?

Acho que essa só vale a pena pra passear e pegar algum desconto nos livros (de verdade).

Aonde?

Pavilhão do Anhembi
Segunda à Sexta: 9h às 22h 
Sábado e Domingo: 10h às 22h 
Dia 04/09 das 10h às 21h
  • 3ª Festa Literária Internacional de Maringá (FLIM), de 13 a 18 de setembro, veja programação.

Essa é uma feira que você terá a oportunidade de conhecer pessoalmente autores estrangeiros como o português…

Ver o post original 459 mais palavras