Thom Andersen: cinema do cinema

carmattos

A partir desta quinta, 15, o Instituto Moreira Salles traz para o Rio a mostra Hollywood e Além: O Cinema Investigativo de Thom AndersenVolto a publicar o texto que fiz para a versão paulista da mostra:

Depois de Heinz Emigholz e Kira Muratova, esta é mais uma significativa contribuição do curador Aaron Cutler (aqui junto a Mariana Shellard) à diversificação da dieta cinematográfica paulistana. Contam-se nos dedos de poucas mãos os brasileiros que conhecem a obra desse mestre de Los Angeles. Mas um de seus filmes, pelo menos, está no topo da estima crítica internacional, o premiado Los Angeles Plays Itself (Los Angeles por Ela Mesma, 2003).

Professor de cinema no CalArts (California Institute of the Arts), Thom Andersen faz de alguns de seus filmes extensões de suas aulas ilustradas. São em geral filmes-ensaio do modo que Timothy Corrigan classificou como “refrativos”, ou seja, os que põem…

Ver o post original 1.198 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.