PRESIDENTE DE FILIPINAS BUSCA ALIANZAS CON CHINA Y RUSIA — EL BLOG DE CARLOS

Rodrigo Duterte, el presidente de Filipinas, declaró que su país planea formar alianzas con Rusia y China. El mandatario reveló que las relaciones entre Filipinas y EEUU han cruzado el “punto de no retorno” y tras ese cambio irrevocable Filipinas busca establecer alianzas con otras naciones. Duterte planea “abrir Filipinas” para la asociación, el negocio […]

via PRESIDENTE DE FILIPINAS BUSCA ALIANZAS CON CHINA Y RUSIA — EL BLOG DE CARLOS

Aragão: “estamos sentados sobre os escombros do sonho de construir um estado democrático, justo e solidário” – O Cafezinho — Brasdangola Blogue

“MP e Judiciário terão que ser passados a limpo. Não podemos mais fazer o que a gente fez” por Marco Weissheimer, no Sul21 Membro do Ministério Público Federal desde 1987, subprocurador da Repúblic… Fonte: Aragão: “estamos sentados sobre os escombros do sonho de construir um estado democrático, justo e solidário” – O Cafezinho

via Aragão: “estamos sentados sobre os escombros do sonho de construir um estado democrático, justo e solidário” – O Cafezinho — Brasdangola Blogue

Sofrimento | Chagdud Tulku Rinpoche

Portal do Budismo

transferir

Para entender como o sofrimento começa, deixe a sua mente descansar naturalmente no momento, abandonando todos os pensamentos sobre o passado ou o futuro. O que encontra é uma qualidade de abertura sem apego, confusão ou sofrimento. A mente está consciente e clara. Então vê ou ouve algo e a sua consciência lança-se para isso, como uma flecha. Experiencia algum sofrimento no próprio acto de perceber?

Então pode notar detalhes — uma forma ou cor. Experimencia algum sofrimento nesse ponto? A sua mente consegue permanecer relaxada assim que percebe esses detalhes? Ela imediatamente analisa, categoriza e julga?

Observe o que acontece quando julga o objecto que percebe. Gosta ou não gosta. Olhe cuidadosamente para determinar quando surge pela primeira vez o distúrbio ena sua mente. A sua predilecção pelo objecto leva ao apego? Pensa “eu preciso disso”? Se não conseguir, vai sofrer? A sua aversão leva-te a querer livrar-se disso?…

Ver o post original 103 mais palavras

PAPO FURADO

ZÉducando

Música antiga, mas atualíssima !


PAPO FURADO

Se você pensa que com as suas palavras
Você já ganhou meu voto,
Simplesmente se enganou
Olha que eu não como nada disso,
Você não tem compromisso,
Sai daqui seu traidor

Eu não me iludo
Eu não me iludo
Eu não me iludo esse sistema é imundo

Falei, falei, falei
Eu não me iludo
Eu não me iludo
Eu não me iludo esse sistema é imundo

Você foi na favela
Contando mil balelas
Provou da minha panela
Pensando em se eleger
Depois dos quatro anos
De pernas pro ar ficar
Estando aposentado
De mim não vai se lembrar

Falei, falei, falei
Eu não me iludo
Eu não me iludo
Eu não me iludo esse sistema é imundo

Você me enganou
E quer me enganar
Se pisou na bola, não vai mais pisar.

(Olodum)

Ver o post original

Primaveras Revolucionárias

Um canceriano sem lar.

atencao-manipulados-nas-ruas

A maioria dos que estão na marcha de hoje parece até como aquela brincadeira de criança que “segue o que o mestre mandar”, mas diferente do da infância aqui nem se interessam em saber o que estaria por trás dessa manipulação. Valéria Miguez (LELLA) – Diary de uma Cadeirante Cinefila

a0ea3435d__750x0

A primavera tem no seu íntimo o símbolo da mudança; assim é representada na mitologia grega, na figura de Clóris, como a potência da natureza que traz vida e renovação quando chega. Nesse período do ano, um novo ciclo se inicia e possibilita que frutos e flores cresçam, transformando a realidade que nos cerca e trazendo a possibilidade de vivermos novos tempos. Tudo aquilo que a natureza comporta é tocado pela potência vital da primavera e, assim, ela deixa sua marca também nas criações humanas, trazendo em sua metáfora, novos horizontes para a sociedade. Além da Mídia

rachel-carson-silent-spring-620

Confira algumas referências…

Ver o post original 185 mais palavras

アサギマダラ舞う大原野・藤袴畑2016

wakasa15thfd

dsc_0899-19

dsc_0813-19京都・大原野のフジバカマ畑にアサギマダラが来る時期なので出かけました。昨年は多かったのですが、今年はまだ暖かくて渡dsc_0876-19り(南下)が遅れているようで少なかったです(^^)/25℃以下にならないとダメだそうです。

dsc_0859-19

dsc_0852-19カマキリがいたのですが、もう一匹を食べていました\(◎o◎)/!交尾後、雌が雄を食べるそうです\(◎o◎)/!

dsc_0875-19 dsc_0877-19

dsc_0866-19

dsc_0846-19dsc_0897-19☝「ホタルガ」左の画像を見てもらうと名の由来が良く分かります。

dsc_0865-19

dsc_0880-19☝ヒメアカタテハ?

フジバカマは香りが凄くて、この香りに引き寄せられてアサギマダラがやって来るそうです。右のヒヨドリバナにもやって来ます。

dsc_0873-19

dsc_0868-19dsc_0878-19

dsc_0887-19dsc_0904-19

今はマーキングと言う調査方法で旅するアサギマダラの移動状況が分かりつつあり、越冬地の韓国、台湾、中国、香港からの飛来が確認されているそうです。香港から和歌山県日高町までの2420kmを83日間かけて飛んできた事も確認されています(高知県香美市経由)。距離はツバメ並みの凄さです(@_@)

dsc_0910-19

Ver o post original

“O acaso abre portas” e a crônica no vestibular da UEMG

ESPAÇO DA GENTE

o-acaso-abre-portas

Perguntaram-me: pode ser solicitado a redação de uma crônica no lugar da dissertação? A resposta é que sim. Ainda não tem acontecido muito, mas a cada dia as universidades em seus vestibulares atentam para o fato de que é preciso trabalhar os gêneros textuais com os quais o vestibulando tem contato ou até mesmo já pratica em seu dia a dia. É o que acontece com a crônica.

A crônica é um gênero literário e jornalístico que se caracteriza por contar assuntos do cotidiano (por isso crônica, de chronos, tempo) e que, ao mesmo tempo, gera uma reflexão. Um assunto até então banal pode virar um texto com problematizações, reflexões, que geram no leitor uma transformação ao lê-lo.

O livro “O acaso abre portas”, de Luís Giffoni é obra solicitada no Vestibular da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) 2017. Novamente, a universidade traz um livro de crônica…

Ver o post original 403 mais palavras

Poiesis

Na linha do tempo

para Rogério Mourtada

.

O mosaico do presente se apresenta.

.

Olhos atentos recortam as notícias.
Mãos habilidosas vislumbram o desenho
…………………………………….a colagem
…………………………………….a pintura.

.

Sob o último golpe ao povo brasileiro
padeceu Antônio Benetazzo.

.

Diante da tragédia que se descortina
bebendo a cachaça de fontes subversivas
o poeta versa seu grafite e suas cores.

.

Cada geração reinventa tortas vozes
para execrar os monstros de seu tempo.

.

.

.

Ver o post original