Física e Literatura? O que Júpiter, você e Machado de Assis têm em comum?

Bons são os autores que conseguem extrair do universo e de seus sinais matéria para entender a própria vida.

O trecho a seguir pertence ao livro Memórias póstumas de Brás Cubas de Machado de Assis, que foi publicado originalmente em 1880, e é considerado por muitos críticos o livro da virada de Machado.

Brás Cubas é um defunto autor, homem de meia idade que morre e escreve suas memórias do Além. Irônico, egoísta e volúvel, ele comenta tudo que viveu e o que pensa sem se preocupar com as aparências sociais exigidas em vida.

Além disso, a personagem também solta suas teorias filosóficas, algumas emprestadas de outros autores, outras cunhadas pelo próprio Brás Cubas, como esta, que mistura ciência e filosofia e retrata bem as opiniões de Brás Cubas (e do próprio Machado) sobre as sucessões da vida, a passagem do tempo e a unidade de tudo isso. A ocasião é o enterro do marido de…

Ver o post original 765 mais palavras

A importância do lúdico

POUCAS PALAVRAS

Ultimamente temos levado uma vida encharcada de realismo e de realidade, onde o quê mais importa é o concreto, tanto o cinzento que nos rodeia, como aquilo que nos é palpável e visível. Queremos sempre a lógica das coisas, o racional, aquilo que nos faz sentido e não nos cause ilusões, com isso, nos tornamos pessoas carrancudas, incapazes de admitir a possibilidade que a vida é muito mais mágica do que lógica.

Enchemos nossas horas de compromissos e, o pior, temos feito o mesmo com nossas crianças, que, em muitos casos, precisam até de uma agenda para anotar os intermináveis cursos que são obrigadas a fazer, durante os intervalos de suas aulas escolares. Fechamos o cerco de tal forma que não sobra espaço algum para aquilo que não seja compromisso. Estamos, involuntariamente, roubando o lúdico de nossas crianças.

É certo que a vida é muito mais que uma ilusão, que…

Ver o post original 293 mais palavras

A Luxury Off-Grid Getaway

ALK3R

For those who lack a hideaway among the nature but don’t want to give up on the comfort of a city life, The Autonomous Tent seems like a perfect choice, offering a luxury camping experience. Designed by architect Harry Gesner and installed by an American startup, The Autonomous Tent was engineered as a permanent structure, but can be also easily removed without leaving a single trace.

Ver o post original 93 mais palavras

Obras Inquietas – 01: “O Jardim da Morte” (1896), de Hugo Simberg

O Homem Despedaçado

Antes de começar, uma breve explicação: a Aline Pascholati, do Artrianon – https://artrianon.com/ – me convidou para escrever uma coluna sobre arte. Não sei nada de arte, não tenho conhecimentos teóricos o suficiente, mas notei que as obras que ficam na minha memória são aquelas que, de uma forma ou de outra, me transmitem inquietude, desconforto, inadequação. Toda obra de arte desperta isto, mas algumas me tocam de um jeito diferente e acabam se tornando mais memoráveis, e a razão disto nem eu sei direito, mas espero descobrir. Por isso, o nome da coluna é “Obras Inquietas”, e nela mostrarei pinturas, esculturas, fotografias, músicas, danças, quadrinhos, objetos e até livros que me deixaram inquieto, ao passo que, em pequenos textos, tentarei desconstruir meus receios.

O homem é pequeno, ainda que a ambição seja grande. Pretendo chegar a 1000 obras (ou seja, 1000 inquietudes), mas o que eu conseguir fazer…

Ver o post original 370 mais palavras

Exposição sobre Dom Quixote na PUCRS

PERSPECTIVA ONLINE

A Semana de Letras da PUCRS deste ano teve três homenageados ilustres: o linguista Ferdinand de Saussure, o dramaturgo e poeta inglês William Shakespeare e o escritor espanhol Miguel de Cervantes Saavedra .

Dentre as atrações do evento está a exposição da HQ “O nascimento de um cavaleiro”, de Yasmine Uequed Pitol, onde é apresentada uma versão para o surgimento da história cervantina. O roteiro é de Celso Augusto Uequed Pitol.

A exposição conta ainda com um painel sobre a obra cervantina, inspirado na Tapeçaria de Bayeux.

A exposição continuará em outubro, no 5º andar do prédio da Faculdade de Letras da PUCRS.

Mais obras da artista podem ser conferidas no seu instagram.instagram.

14455900_1176667129047890_338271513_o-114463871_1176669182381018_1262372776_n

Ver o post original

Desinteresse pela Eleição

Blog Cidadania & Cultura

desinteresse-pela-eleicao-de-2016

Em São Paulo, aqueles que ainda não sabem a quem escolher, dizem que vão optar pelo voto em branco ou pretendem anulá-lo, somam 39% dos eleitores. Em Belo Horizonte vão a 41% e, no Rio chegam a 47%. É o que mostram as pesquisas espontâneas do Ibope, aquelas que mais guardam semelhança com a cabine, por não apresentarem a lista de candidatos ao eleitor.

Maria Cristina Fernandes (Valor, 29/09/16) informa que em oito das dez maiores cidades do país caiu o interesse pela eleição municipal. Este desinteresse aumenta a indefinição e torna as disputas mais imprevisíveis.

O Ibope começou a medir o grau de interesse do eleitor na disputa de 2012. Naquele ano esse colégio eleitoral das dez mais encontrou, em média, dois em cada dez eleitores completamente desconectados do resultado das urnas. Quatro anos depois, o desinteresse já ultrapassa a média de um quarto dos…

Ver o post original 496 mais palavras