HILLARY CLINTON PIDIÓ QUE SE ATACARA A JULIAN ASSANGE CON UN DRON — EL BLOG DE CARLOS

Cuando ocupaba el cargo de secretaria de Estado Hillary Clinton propuso atacar con un dron al fundador de WikiLeaks, Julian Assange, según revela un portal estadounidense. El portal web True Pundit ha revelado que durante su período al frente de la diplomacia estadounidense, Hillary Clinton y el resto del Departamento de Estado recibieron presiones desde […]

via HILLARY CLINTON PIDIÓ QUE SE ATACARA A JULIAN ASSANGE CON UN DRON — EL BLOG DE CARLOS

PF se opõe a novas delações da Lava Jato e inicia a Operação Passa o Pano — Luíz Müller Blog

Nos corredores da Polícia Federal em Curitiba circula a opinião de que a Operação Lava Jato não precisaria mais de delações premiadas. Segundo integrantes da força policial, as delações e provas acumuladas em dois anos e sete meses de operação bastam para dar fim à operação. Segundo a Odebrecht, o fim das delações teria a ver […]

via PF se opõe a novas delações da Lava Jato e inicia a Operação Passa o Pano — Luíz Müller Blog

Histórias Curativas – sabia disso?

ANTES QUE ELES CRESÇAM

Sábado fiz uma oficina artística em um Abrigo aqui em São Paulo. Experiência forte e cheia de significado. As crianças participaram muito bem de tudo, com muito interesse. Não teria conseguido chegar lá e propor de coordenar esse grupo (junto com outras mães) se não fosse as dicas preciosas que recebi por quem entende do assunto. Cecília Staubli, minha amiga e arte terapeuta me passou várias dicas. (Depois escrevo um post falando sobre isso) E minha amiga Sati Melo, que faz seminário em Antroposofia me deu uma dica linda de história para contar no começo do encontro. A história segue abaixo. É sobre o São Micael. Minha visita no Abrigo aconteceu um dia depois do Dia de São Micael. Contei a história com o menino mais hiperativo, agressivo, sentado (por vontade própria) no meu colo o tempo todo. Sabe como chamava o menino? Miguel.

Eu acredito. E você? Separei uma…

Ver o post original 1.503 mais palavras

Dobradinhas Literário-Pictóricas: Clarice Lispector & Van Gogh

A CASA DE VIDRO

starry-night-by-vincent-van-gogh-osa430

” – Escute-me, amigo, a lua está alta no céu. Você não tem medo? O desamparo vem da natureza. Esse luar, pense bem, esse luar mais branco que o rosto de um morto, tão distante e silencioso, esse luar assistiu aos gritos dos primeiros monstros sobre a terra, velou sobre as águas apaziguadas dos dilúvios e das enchentes, iluminou séculos de noites e apagou-se em seculares madrugadas… Pense, meu amigo, esse luar será o mesmo espectro tranquilo quando não mais existirem as marcas dos netos dos seus bisnetos. Humilhe-se diante dele. Você apareceu um instante e ele é sempre. Não sofre, amigo? Eu… eu por mim não suporto. Dói-me aqui, no centro do coração, ter que morrer um dia e, milhares de séculos depois, indiferenciado em húmus, sem olhos para o resto da eternidade, eu, EU, sem olhos para o resto da eternidade… e a lua indiferente e triunfante…

Ver o post original 187 mais palavras

“Onde quer que um negro esteja, dentro da política que aí está, será a casa grande, e nunca o quilombo! “

Da Cor do Universo

Por Fernando Senzala:

Tem muita gente falando muita coisa a respeito do fato de Fernando Holiday ter sido eleito. Bom, eu penso que o problema seja muito mais complexo do que as emoções de enquadrar o cara em uma esfera política da casa grande, em contraposição de um suposto quilombo, que seriam os partidos de esquerda. Onde quer que um negro esteja, dentro da política que aí está, será a casa grande, e nunca o quilombo! O que acontece com o Fernandinho é que o cômodo que ele está alocado funciona como sala de estar, não é onde fica o cofre, lá não entram negros, mas na sala de estar ele transita. O lugar do negro na Casa Grande Chamada Brasil, é entre a sala de estar (onde ele serve os seus senhores), a cozinha (onde ele cozinha e matuta com outros negros as estratégias de boa convivência com…

Ver o post original 250 mais palavras

Minhocas

Sorria!

O avô observa o neto brincando no quintal e vai perguntar o que é que ele está fazendo. O neto diz:
– Enfiando as minhocas de volta para o toca delas…
– E como é que você consegue, meu neto, o bicho é todo molengo?…
Te dou dez reais para você me ensinar a fazer isso.
– Bem eu passo cola de madeira, espero secar esticando a minhoca… aí é só colocar no buraco.
– Toma os dez reais…
Duas horas mais tarde o avô chega para o neto, tira dez reais do bolso, dá na mão do neto e o neto fala:
– Tá ficando caduco, vô? O senhor já me deu os 10 reais.
– Eu sei. Esses 10 foi a tua vó quem mandou.

Ver o post original