Sérgio Moro tem razão

rsurgente

"Era preciso, em 1964 e agora, maquiar o Abominável, trajá-lo com decência e alguma elegância, banhá-lo na liturgia, torná-lo asséptico e tragável". “Era preciso, em 1964 e agora, maquiar o Abominável, trajá-lo com decência e alguma elegância, banhá-lo na liturgia, torná-lo asséptico e tragável”.

Ayrton Centeno

Sim, é verdade: Sérgio Moro está coberto de razão. É preciso reconhecer que acertou em cheio. Não há o que discutir sobre uma de suas mais recentes declarações. Sobre o pensamento que generosamente compartilhou com a plebe que refocila dez degraus abaixo do pedestal onde é adorado diuturnamente e iluminado pelos holofotes midiáticos que delineiam sua silhueta em contraluz. O juiz da 13ª. Vara Federal de Curitiba falou com exatidão e as evidências a respeito se amontoam lubricamente umas sobre as outras, a saber:

Moro tem razão porque a ministra Rosa Weber, ao julgar a AP 470, o chamado Mensalão de Bob Jefferson, condenou o ex-ministro José Dirceu sem provas, essa bobagem garantista que tanto atravanca o devido processo legal. Ela explicou que mandaria o réu…

Ver o post original 703 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.