Como identificar a veracidade de uma informação e não espalhar boatos

O Bem Viver

Resultado de imagem para boatos divulgados na internet Fetrafi-RS

Nos tempos atuais, de alto fluxo de informações que circulam por canais os mais diversos – e em velocidade cada vez mais rápida – é sensato  minimizar a chance de consumir e, mais ainda, de compartilhar notícia e informação que não seja verdadeira, exatamente porque, nesse meio, sabidamente transitam falsificações e inverdades que incomodam e podem até mesmo trazer algum tipo de comprometimento. 

Acho que ninguém (ou muito pouca gente) tem escapado disso, graças ao festival de boatos, adulterações e montagens que circulam por aí, em textos, imagens e vídeos. Ao dar encaminhamento a tais conteúdos, sem cuidados mínimos e básicos de checagem, pode-se estar alimentando uma rede de falsificadores que infelizmente contamina a grande rede. Pensando bem, compartilhar de forma imprevidente conteúdos não-autênticos, como muita gente faz, no automático, sem prévia avaliação, pode acarretar desdobramentos indesejáveis, questionamentos diversos etc. Penso que essa realidade mereça a devida reflexão…

Ver o post original 1.307 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.