Isis sends female supporters to serve as frontline suicide bombers | World news | The Guardian

As jihadis retreat from key Middle East territories, they have made a ‘drastic U-turn’ on deploying female recruits, posing a challenge for security organisations

Fonte: Isis sends female supporters to serve as frontline suicide bombers | World news | The Guardian

— karin izumi

Quem somos depende unicamente de nós. Agir ao invés de reagir é sinal de força, maturidade e inteligência. É a atitude de pessoas que assumem responsabilidades e não se fazem de vítima. Sabem quem são e o que precisam fazer para ficarem em paz. Não são reativas e não esperam a felicidade vir de […]

via — karin izumi

A lo Trump Macri construye un muro en Argentina

Noticiasargetinas

muro-bolivia

Todos miran al país del norte y se horrorizan por el anuncio del hoy presidente Donald Trump de construir un muro en la frontera con Mexico. Lo que nadie muestra y nadie te dice es que en nuestro país también Macri está construyendo un muro, o para no faltar a la verdad, será más bien un alto alambrado entre las ciudades fronterizas de La Quiaca, del lado argentino, y Villazón, al costado boliviano.

Se constató que se dio inicio por orden del Ejecutivo Nacional a la construcción de un vallado de más de 10.000 metros , la extensión abarca desde las vías del desaparecido ferrocarril Belgrano, hasta avenida Bolívar en la ciudad fronteriza.

Este “muro” que se está construyendo, tiene por objetivo encauzar el paso de una ciudad a la otra, desalentar el paso por lugares no habilitados y según gendarmería brindar mayor seguridad. Pero para algunos, que no son…

Ver o post original 35 mais palavras

Snowden: herói e mártir

carmattos

A múltipla escolha acrescentada no Brasil ao título original de SNOWDEN: HERÓI OU TRAIDOR? procura inspecionar a opinião do espectador, mas absolutamente não se justifica no filme de Oliver Stone. Para o cineasta, frontalmente crítico ao status quo do governo americano, Edward Snowden é, sim, um herói. É um homem que nunca titubeou na convicção de que estava fazendo a coisa certa para colocar a segurança dos cidadãos acima da segurança do estado.

“Você terá outras maneiras de servir ao país”, prevê o oficial do Exército que o dispensa após um acidente de treinamento. A súbita aparição do Snowden real no lugar do ator Joseph Gordon-Levitt nas sequências finais, ao som da trilha sacralizante de Craig Armstrong, não deixa lugar para a opção “traidor”. Logo, o título brasileiro sugere uma polêmica que não está no filme, mas supostamente em sua recepção pelo público.

Independente do julgamento de cada um, SNOWDEN…

Ver o post original 242 mais palavras