Delcídio é processado por jogar em Lula a culpa por obstruir a Lava Jato | GGN

Jornal GGN – O ex-senador Delcídio do Amaral, principal delator contra Lula na ação por suposta tentativa de obstruir a Lava Jato, é processado pelo ex-presidente por ter mentido, segundo a defesa do

Fonte: Delcídio é processado por jogar em Lula a culpa por obstruir a Lava Jato | GGN

Oficina de Desprincesamento para meninas superpoderosas | GGN

Foto: Andrew RichJornal GGN – Em dezembro, as meninas de 9 a 15 anos poderão conferir o projeto criado pela jornalista Mariana Desimone e a filósofa pedagoga Larissa Gandolfo, a Oficina de “Desprince

Fonte: Oficina de Desprincesamento para meninas superpoderosas | GGN

Trump e Putin pretendem normalizar relações bilaterais | Mundo | DW.COM | 14.11.2016

Em telefonema, Trump afirma desejo de fortalecer relações com a Rússia e Putin parabeniza magnata por vitória em eleições americanas. Ambos decidem ainda unir esforços no combate ao terrorismo.

Fonte: Trump e Putin pretendem normalizar relações bilaterais | Mundo | DW.COM | 14.11.2016

Quand la firme Bayer achetait « des lots de femmes » à Auschwitz – Blog YY

Le capitalisme pue la mort et son histoire est une rivière de sang. Voilà, par exemple, le vrai visage de la firme colossale Bayer qui vient de se payer Monsanto pour 59 milliards d’euros : QUAND LA FIRME BAYER ACHETAIT “DES LOTS DE FEMMES” À AUSCHWITZ Sous le régime nazi, Bayer, alors filiale

Fonte: Quand la firme Bayer achetait « des lots de femmes » à Auschwitz – Blog YY

A Short Analysis of Shakespeare’s Sonnet 12: ‘When I do count the clock’

Interesting Literature

A reading of a Shakespeare sonnet

‘When I do count the clock that tells the time’: so begins one of the more famous ‘Procreation Sonnets’, the suite of 17 sonnets that begin Shakespeare’s cycle of poems to the Fair Youth. But how should we analysis Sonnet 12? Below are some notes towards an analysis of this poem.

When I do count the clock that tells the time,
And see the brave day sunk in hideous night;
When I behold the violet past prime,
And sable curls, all silvered o’er with white;
When lofty trees I see barren of leaves,
Which erst from heat did canopy the herd,
And summer’s green all girded up in sheaves,
Borne on the bier with white and bristly beard,

Ver o post original 807 mais palavras

A derrota do “jornalismo de guerra”

SENHOR X

Fernando Rosa

“O retrocesso com Trump” – trombetou o jornal O Globo em editorial sobre as eleições norte-americanas. “Mais que surpreendente – porque havia esta possibilidade -, é preocupante para o mundo a vitória de Donald Trump”, vaticinou a família Marinho. A opinião é o atestado da fragorosa derrota que sofreu toda a mídia, nacional e norte-americana.

“Donald Trump foi sujeito à maior e mais violenta campanha de ataques pessoais que alguma vez vi na minha vida”, escreveu Miguel Esteves Cardoso, no jornal Público, de Portugal. Mais do que jornalismo, no Brasil e nos Estados Unidos, a mídia fez campanha publicitária contra Trump. Na reta final, apelou para o terror, com “queda das Bolsas” e “dos Mercados”.

Mesmo assim, o cartel midiático, bem como todo o aparato de pesquisas, viu seu poder de manipulação frustrado pelas urnas. A Globo, por exemplo, deve ter torrado os tubos para mandar William Bonner…

Ver o post original 521 mais palavras

A toxicodependência religiosa

a farpa

Bem sei que o tema pode não parecer muito político, mas há factos que os factos tornam políticos quer se queiram, quer não.
Há uns dias fiquei atónito por descobrir da existência de uma Associação de Psicólogos Católicos, efeito tão contraproducente como Mike Pence, o futuro vice Presidente Norte Americano ser um Criacionista.

Se por um lado não me faz sentido algum que a psicologia, arte onde a ciência tem um lugar fixo e a medicina impera em estricto bom senso se alinhe por dogmas onde a negação faça parte da irrazoabilidade, que um Criacionista seja eleito em pleno séc. XXI é capaz de responder a muitas destas dúvidas.

LGBTI.jpg

Vejamos, a dita psicologa Cristã, Maria José Vilaça defende que é preciso “tentar não ser influenciado do ponto de vista sentimental, moral e ideológico” quando se trata da questão de identidade de género, algo até razoável, para depois entrar num delito…

Ver o post original 460 mais palavras