O incêndio do Rio e as medidas contra seu alastramento

“Receando que os protestos dos servidores do Rio ganhem força com a prisão do ex-governador Sergio Cabral e a revelação da roubalheira que ele comandou, e se espalhem como rastilho de pólvora pelo país, o governo quebra cabeça para evitar a quebradeira geral dos estados. Se outros governadores forem obrigados a tomar medidas impopulares como as tentadas no Rio por Pezäo, o caldeirão pode sopitar”, diz a colunista Tereza Cruvinel; segundo ela, o governador Luiz Fernando Pezão entrou em “coma político” e “a intervenção federal é um ônus que o Governo Temer não gostaria de assumir mas não deve ser descartada”; ela diz ainda que a população já percebe que o golpe foi um engodo e diz que a tempestade pode atingir tanto PMDB, como PSDB, que semearam a tempestade

Fonte: O incêndio do Rio e as medidas contra seu alastramento

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s