Rastros na Caatinga: a magia da fotografia noturna no sertão brasileiro

Ecologia dos Saberes

Por Joaquim Neto

Há dois anos embarquei numa série de investidas fotográficas nas noites da caatinga do Sertão do Piauí, para a pré-produção do “Céus da Caatinga”, um projeto que ousa o registro fotográfico como forma de proteger e preservar o bioma e sua cultura material e imaterial. Assim, a noite se tornou o meu mais novo universo fotográfico, um contato diferente com a natureza.

Por ser um bioma de poucas chuvas, a Caatinga se torna um dos melhores lugares para fotografar o céu noturno. Na maior parte do ano, o céu terá poucas nuvens, o que facilita a visualização das estrelas, sem a interferências da poluição das grandes cidades e dos reflexos de luzes.

Luz de final de tarde no sudeste do estado do Piauí. Foto: Joaquim Neto

Importante lembrar, a fotografia à noite requer muito cuidado, muita pesquisa e equipamentos que garantam os melhores resultados. Uma câmera DSLR, um bom tripé, cabo disparador e iluminação. Além disso,  é necessário um bom planejamento nestas…

Ver o post original 197 mais palavras

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s