Zooplâncton além da cadeia alimentar

Laboratório de Limnologia/UFRJ

Hoje eu quero falar sobre um assunto importante: zooplâncton. Por definição, o zooplâncton constitui organismos de vida livre na coluna d’água, não fotossintéticos, com pouca mobilidade em relação às massas d’água. Essa definição pode passar a impressão de que o zooplâncton são animais sem importância, imóveis, sem fazer nada, “deixa a vida me levar”. Espero te convencer até o final do texto que esta impressão é completamente errada.

Para começar, quem são estes organismos? Na água doce, há três grandes grupos zooplanctônicos: os rotíferos, cladóceros e copépodes, sendo estes últimos microcrustáceos. Em ambientes marinhos, a combinação é outra: rotíferos e cladóceros não são tão importantes, mas a diversidade taxonômica do zooplâncton é muito maior. Como o nosso foco aqui no blog é a limnologia, saibamos que mesmo com uma diversidade menor, estes três grupos são extrementente importantes.

bosmina-sp-1b O cladócero Bosmina 

Um exemplo clássico é o papel deles na cadeia…

Ver o post original 211 mais palavras

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s