Ahuyentando monstruos.

Así, como un 8 tumbado

Llueve sobre mi cara,
alzo la vista al cielo,
no es agua,
sino tus saladas lágrimas.
Y yo,
las seco con mi pelo,
redimiéndote de tus errores,
perdonándote sin palabras,
absorbiendo con mis besos,
millones de gotas cristalinas,
que brotan de tus ojos,
como manantiales salvajes.
Soplándolas.
Ahuyentándolas.
Para que se vayan lejos,
de tu alma.
De.
Ti.
Y.
De.
Mi.

img_6418

Deva.

Ver o post original

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s