Solidários, canadenses repudiam preconceito ao Islã e acolhem sírios

Olhares do Mundo

Cidadãos comuns apadrinham famílias de refugiados por meio de um programa de patrocínio particular. O país já recebeu mais de 35 mil sírios deslocados pela guerra

Marina Paulista e Ana Renata Ortega

Quando Muaz Ballani, sua esposa Sawsan e o pequeno Aboudi desembarcaram no Canadá em fevereiro deste ano, a família síria não conhecia ninguém no país. Desde 2012, os Ballani viviam na Jordânia, numa casa de três cômodos que dividiam com a mãe de Muaz, seus irmãos, cunhadas e sobrinhos. Na Jordânia, refugiados sírios são impedidos de trabalhar e recebem pouquíssimo dinheiro, uma quantia que mal cobre as necessidades básicas. Mas, se a chegada em solo estrangeiro trazia a promessa de condições melhores de vida, ela levantava também uma série de novas dificuldades: os recém-chegados sabiam apenas algumas palavras em inglês, não estavam familiarizados com a cultura ocidental e ainda temiam pelos familiares que ficaram para trás; alguns continuaram…

Ver o post original 1.372 mais palavras

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s