Especial: A história da vida de todos nós é imprevisível.

Jeito de Contar

É triste para a história do futebol Brasileiro? É uma tragedia incalculável. O dia de ontem parecia não acabar, “durou mais que um dia, foi sempre tarde, antes de ser tarde” como dizia Carlos Drummond de Andrade em seu poema “Brincar na Rua”,  que pego emprestado agora e adapto para esse evento, para tentar narrar um fato que não é o perfil do conteúdo deste meio de comunicação – o futebol. Mais a noite a dentro de ontem nos trás perguntas e nos responde na mesma velocidade.

Por que? Será que a gente só morre quando chega lá em baixo? A gente vai morrendo aos poucos. 

A Chapecoense, encantava o país e estava perto de conquistar a América, agora mora em nossa memória. Uma história que ficou pela metade, mas que não vai morrer. 

O Brasil, está de luto, e na internet (ontem) os brasileiros se comportaram como nunca, se…

Ver o post original 382 mais palavras

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s