INDEFINIDAMENTE

Pão de Canela e Prosa

olhos-vermelhos-claros

Quando você

Penetrar na luz que me escapa dos olhos,

Na fumaça branca do meu quarto

E se abrir

Na mais singela canção de paz,

Com os sonhos do seu dia,

Na noite que se inicia

Verá então, que

Não há mais pedras a pisar

E você naufragará no oceano azul

Indefinidamente…

Ver o post original

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.