Poirot por Sophie Hannah | Caixão fechado

"O mundo das coisas ao meu redor..."

51wvyzx0vyl-_sx376_bo1204203200_

Sinceramente, eu não esperava que os herdeiros de Agatha Christie encomendassem a Sophie Hannah uma segunda aventura com Poirot. Obviamente, fui ingênua. O ineditismo de Os crimes do monograma (já comentado aqui), serviu de estímulo para uma segunda empreitada envolvendo o maior detetive de Agatha Christie. Mesmo bastante surpresa com a notícia, fui atrás do livro.

A leitura de Caixão fechado foi mais positiva do que a d’Os crimes do monograma. Provavelmente, tive essa impressão pelo fato de, dessa vez, Sophie ter arquitetado uma trama mais plausível. Frágil, porém mais plausível do que o enredo de sua primeira aventura com Poirot.

Desta vez, a milionária Athelinda Playford convida algumas pessoas para um fim de semana em sua propriedade, entre eles, Poirot e Catchpool. Logo de início, já são dadas as pistas de que os investigadores estão entre os convidados com o objetivo de impedir um assassinato…

Ver o post original 574 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.