Cai Yunes, melhor amigo de Temer, acusado de receber propina | Brasil 24/7

Assessor especial da Presidência da República e melhor amigo de Michel Temer, José Yunes, pediu demissão “em caráter irrevogável”, após ser acusado por um delator da Operação Lava Jato de ter recebido propina da empreiteira Odebrecht; Yunes foi citado na delação premiada do ex-vice-presidente de Relações Institucionais da empresa Cláudio Melo Filho, que afirmou que parte dos R$ 10 milhões repassados ao PMDB a pedido de Michel Temer para a campanha de 2014 teria sido entregue, numa mala, no escritório de Yunes, localizado em São Paulo; ele é o sétimo membro do primeiro escalão do governo Temer a deixar o cargo em apenas sete meses

Fonte: Cai Yunes, melhor amigo de Temer, acusado de receber propina | Brasil 24/7

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.