Son cosas del Amor…

a farpa

2016 foi um ano horribilis.
Não o digo porque grandes vultos da música, cultura e artes em geral – acabo de receber a notícia de que Carrie ‘Princesa Leia’ Fisher nos deixou – partiram da planimetria física para a memória dessa juventude eterna. Digo-o porque foi um ano em que um enredo noveleiro que em Outubro de 2015 delineei teve agora a sua sumula terrena no que toca à política portuguesa.

Não, não falo de morte por muito anunciada de Mário Soares, nem da vergonhosa cobertura a cada meia hora sobre o seu estado de saúde que brinda os telejornais constantes do cabo.
Falo da feira de gado que Santos Silva brindou como sendo a Concertação Social e o seu saber negociar com a mesma.

Bem vistas as coisas, se no passado nomeei o enredo da Geringonça de ‘Sospechas’, agora não há forma de não chama-lo de ‘son cosas…

Ver o post original 321 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.