Assassinatos em Campinas: Quem inventou o amor não fui eu, mas o ódio é reinventado na tela, nos jornais, nos rádios… | Brasil 24/7

A carta deixada por aquele que tentou atestar seu ato brutal deixa claro quem são os seus mentores. Lógico que há exceções, mas hoje, infelizmente, os fascistas estão fazendo mais cabeças

Fonte: Assassinatos em Campinas: Quem inventou o amor não fui eu, mas o ódio é reinventado na tela, nos jornais, nos rádios… | Brasil 24/7

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.