Yes, Yes, Yes! No, No, No!

a farpa

Nunca pensei que dois textos autónomos com uma mesma fonte – o musical ‘Singing in the Rain’ – pudessem ser a a base de toda uma crónica acerca da tomada de posse de Trump.
Enganei-me, são mesmo.

É verdade que na viragem para 2017, certamente ciente de que Donald J. Trump, seria o 45º Presidente dos Estados Unidos, Debbie Reynolds acabou por nos deixar. Interessante facto – cuja graça não graceja – é ser ela uma das protagonistas do musical que cito supra e serve de mota a esta crónica.
Em Abril de 2015, eu também ciente das mudanças Presidenciais que ocorreriam em Portugal, escrevo o texto ‘Dignity, Always Dignity’, uma parabola acerca dessa dignidade que elege os Presidentes que agora, tanto em portugal como nos Estados Unidos, ocupam o lugar de honra.
Se aqui o paralelo é menor no caso de ocaso, por lá a figura é paradigmática…

Ver o post original 161 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.