Arte para quem gosta de viajar de trem

A Bússola Quebrada

Locomotiva, Maria-fumaça, trem, cavalo de aço, a máquina do progresso, ferrovia. Alguns dos nomes que descrevem o meio de transporte mais popular e econômico. Viajamos longas distâncias com o trem e temos fotografia e arte para mostrar, presentear e colecionar. Criada com carinho, para quem ama arte e adora viajar de trem.

smoking-mary-canecas-red-a-bussola-quebradaQuer mais cores? Que tal azul, verde, amarelo, rosa. É só pedir!

Você já acompanha A Bússola Quebrada e esteve conosco em nossas várias viagens de trem. Com você nós fomos de Vitóriano Espírito Santo até Belo Horizonte, em Minas Gerais, subindo a serra e atravessando vales, com o Trem da Vale do Rio Doce.

Também fomos a Petrópolisver as locomotivas do tempo do Império, no museu imperial.

Em outra viagem, fizemos o roteiro de Tiradentesa São João del Rei, seguindo pela Estrada Real, conhecendo paisagens fantásticas e vivendo um pouco…

Ver o post original 534 mais palavras

A misoginia por detrás da homofobia

esQrever

É-me impossível desassociar o poder destas duas palavras: misoginia e homofobia.

A misoginia é geralmente definida como o ódio às mulheres. É associada ao desprezo e ao desrespeito às mulheres, mas também, a tudo o que é visto como “feminino” e “frágil”, como mulher. E é a partir desta conceção de misoginia que percepciono as agressões homofóbicas sobretudo, mais visivelmente, a homens não heterossexuais.

A homofobia trata-se de um ódio generalizado àquilo que não está em conformidade com a  heteronormatividade, própria do sistema patriarcal, que continua intrínseco na nossa sociedade. Quando falamos em homofobia face a homens não heterossexuais, falamos de um ódio generalizado às normas contrárias à ideia tradicional e conservadora de macho, com normas próprias, e restritas, de masculinidade, que incluí a “conquista” de mulheres. Logo, quando um homem não corresponde a estes comportamentos padronizados e é associado a comportamentos designados como femininos…

Ver o post original 322 mais palavras

Nota Mental #5

Os 30 e Eu

O destino costuma estar ao virar da esquina. Como se fosse um gatuno, uma rameira ou um vendedor de lotaria: as suas três encarnações mais batidas. Mas o que não faz é visitas ao domicilio. É preciso ir atrás dele.” in A Sombra do Vento, Carlos Ruiz Zafón

menino_correndo

P.

Imagem daqui

Ver o post original

Short Story: Broken Sign

babbitman

There’s been a lot of talk recently about the dangers of artificial intelligence with luminaries such as Stephen Hawking, Bill Gates and Elon Musk warning that AI could be “more dangerous than nuclear weapons”. Science-fiction has been banging this particular drum for decades: from HAL 9000 to Skynet in the Terminator movies, there are dozens of examples of artificial intelligence going rogue. Which is why it probably comes as a shock to learn that the first truly self-aware artificial construct was an overhead electronic variable message sign on the northbound A46, a few miles outside Nottingham.

It wasn’t particularly planned to happen; there was no over-arching project, no great fanfare. In fact, nobody actually recognised what had really occurred.

Variable Message Sign 4427A was installed on the new A46 dual carriageway just north-east of the Stragglethorpe interchange. It wasn’t particularly special, even though it towered over the road and surrounding…

Ver o post original 1.387 mais palavras