Permissividade da ética deontológica

a farpa

Não sei se por sentido de decoro, cansaço ou apropriação pessoal, tenho mantido um maior silêncio acerca do Brasil, o meu Brasil.
antes escrevi sobre esse tema, mas é facto que não tenho abordado tanto a política Brasileira como antes dado que o mesmo se faz mais do mesmo ou quando me servi para articular textos, a crítica pode não passar de uma farpa que já antes tirei.

Hoje assim não foi.

Não tenho nenhum respeito sacrossanto por nenhum meio noticioso em geral, mas sempre considerei que a Revista Veja se pautava por um sentido, embora cínico, crítico do que são as notícias – nomeadamente políticas – relevantes a serem dadas. Hoje confirmei que o poder do mundo sequencialmente mais rosa se apodera de um meio onde os factos alternativos se querem como imposição de algo que nos remete a uma fuga velada daquilo que antes elogiámos e…

Ver o post original 711 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.