Só ilusões, esperança não?

Luíz Müller Blog

Se optar pela indiferenciação programática o PT será esmagado pelo peso morto das ilusões oferecidas a um país ávido de esperança.

 por: Saul Leblon na Carta Maior
Paulo Pinto

Em um Brasil capturado por um enredo de Costa Gravas –o mestre do cinema político— no qual interesses conservadores e quadrilhas disputam um golpe de Estado fazendo do sobressalto a rotina, e do caos, a norma, o PT mergulha no seu VI Congresso com o desafio mais difícil em trinta e sete anos de existência: decifrar a própria esfinge, se quiser agir sobre a do país.

Pela octanagem das pendencias o encontro marcará de forma definitiva a trajetória futura da sigla e o seu papel na crise brasileira.

Passados seis meses, o PT ainda não conseguiu estabelecer um consenso sobre as causas e consequências do golpe consumado em agosto de 2016, quando uma Presidenta reeleita 22 meses antes com 54 milhões de…

Ver o post original 2.932 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.