“O golpe estava consumado! Não há como ficar calado”, Raduan Nassar durante discurso de solenidade do Prêmio Camões

Livre Opinião - Ideias em Debate

Raduan Nassar durante discurso (Foto: O Globo) Raduan Nassar durante discurso (Foto: O Globo)

Na manhã desta sexta-feira (17), o escritor Raduan Nassar recebeu, no Museu Lasar Segall, em São Paulo, o Prêmio Camões de 2016 – entregue a cada ano pelos governos de Brasil e de Portugal a escritores expressivos da língua portuguesa.

Raduan é autor de três obras – Lavoura Arcaica (1975), Um copo de cólera (1978) e Menina a caminho (1994). O Prémio Camões foi instituído por Portugal e pelo Brasil, em 1988, e atribuído pela primeira vez em 1989, ao escritor Miguel Torga (1907-1995).

Leia a seguir o discurso na íntegra de Radua Nassar durante a solenidade do Prêmio Camões.

Excelentíssimo Senhor Embaixador de Portugal, Dr. Jorge Cabral.

Senhor Dr. Roberto Freire, Ministro da Cultura do governo em exercício.

Senhora Helena Severo, Presidente da Fundação Biblioteca Nacional.

Professor Jorge Schwartz, Diretor do Museu Lasar Segall.

Saudações a todos os convidados.

Tive dificuldade…

Ver o post original 591 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s