E o pra sempre, sempre acaba…

belo texto. simples, direto, real. abraços.

T. angel

Osasco, 25 de Março de 2016.

Eu sou uma usuária intensa das redes sociais. Sou mais dependente do que gostaria de ser, ainda assim acredito que essas ferramentas têm o poder de aproximar e afastar pessoas,  em igual medida, na mesma proporção. É uma socialização, mas é também o seu avesso revirado.

Através das redes sociais consigo manter contato com uma quantidade grande de pessoas, algumas que conheci pessoalmente, algumas que quero conhecer pessoalmente e outras tantas que a relação se dá no ambiente no eletrônico apenas e assim será e o que particularmente eu não considero pouco. Também teve as incontáveis pessoas que descobri através das redes sociais que o melhor seria me afastar, principalmente nos casos em que as crenças dessa gente colocava em risco a minha existência e/ou colocava em risco a existência de gente como eu. Mas como poderia me chamar de amiga, visitar a minha…

Ver o post original 850 mais palavras

Portrait Art by Michel Montecrossa, part 16: drawing ‘Portrait Mirakali’

The sixteenth blog post about Michel Montecrossa’s Portrait Art features the drawing ‘Portrait Mirakali’ Here you find all blog posts showing Michel Montecrossa’s Portrait A…

Fonte: Portrait Art by Michel Montecrossa, part 16: drawing ‘Portrait Mirakali’

Será que não tem Google na sede da IstoÉ?

Luíz Müller Blog

istoE capa

Do Blog da Cidadania

Não param de surgir informações pouco abonadoras sobre a pessoa que convenceu a revista IstoÉ de que seria fonte suficientemente crível para um ataque “mortal” contra o líder de intenções de voto para presidente da República em 2018, Luiz Inácio Lula da Silva.

Confira, abaixo, a acusação básica da revista ao ex-presidente.

“O personagem que estampa a capa desta edição de ISTOÉ chama-se Davincci Lourenço de Almeida. Entre 2011 e 2012, ele privou da intimidade da cúpula de uma das maiores empreiteiras do País, a Camargo Corrêa. Participou de reuniões com a presença do então presidente da construtora, Dalton Avancini, acompanhou de perto o cotidiano da família no resort da empresa em Itirapina (SP) e chegou até fixar residência na fazenda da empreiteira situada no interior paulista. A estreitíssima relação fez com que Davincci, um químico sem formação superior, fosse destacado por diretores da Camargo para…

Ver o post original 436 mais palavras

Barb’s Top Ten Tips for Moving to a New Castle. Again. #humor #SundayBlogShare

Barb Taub

So yeah… I’ve been out of touch lately.

Oil of turpentine. Plus paradichlorobenzene—which, if my 40-year-old memories of Chem 105 serve me—is actually mothballs. Mothballs!

In the last few months, I’ve had antibiotics, steroids, decongestants, and a particularly scary form of Indian ear-drops prescribed in Glasgow, Brooklyn, Bangalore, London, and back in Glasgow. Hopefully not related to those turpentine/mothball ear drops, I am now completely deaf in my right ear, but the doctor says that’s temporary.

[Note: This was the same doc who told me now that the weather is “warming up” —to above freezing—in Glasgow, I should start to feel better. I told him I was just returning from 35C/100F weather in India and it hadn’t helped a bit. For perhaps the first time in the recorded history of Scottish conversations that don’t involve a dog or a pub, he changed the subject AWAY from the weather.] 

Is that a deluxe tape dispenser…

Ver o post original 1.238 mais palavras

a heart of all hearts~by Nutan Sarawagi

OUR POETRY CORNER

a heart of all hearts

in the tree you drew a heart
a heart of all hearts
the queen of heart
then she whispered in your ear
to say I love u all the way
don’t leave me
be my love in me
loving me all the way
for you are the love that stole my heart in it to lay its mark
a mark indelible it still never goes however hard I rub it it knows
you were the one made for me
now in you live in this tree
don’t ever break my heart
in it to be my part
love me forever long
as you go in life headlong
holding my hand never wrong
for I love you forever long
promise me you will be with me
just like our initials on this tree
in your heart to carve my heart
in it to never get lost

Ver o post original 147 mais palavras

Phnom Penh Airport – Transport to and from Sihanoukville

Random Jottings Asia 2019

Phnom Penh, Cambodia, March 2016. There’s plenty of public transport between Phnom Penh and Sihanoukville and it all passes close to the airport. There’s no need to succumb to the Tuk Tuk mafia and take that overpriced ride into downtown first, now visitors can hop onto a local bus to connect with the bigger intercity transport down to Sihanoukville and here’s how to do it.

  1. Once through immigration, leave the airport and make tracks for the main road outside. Don’t stop at the information desk, they’r allied to the tuk tuk and taxi drivers and wont know anything about public transport to Phnom Penh. Bypass the Tuk Tuk and taxi mafia waiting just outside the terminal, they’ll tell all manner of lies! (based on personal experience).
  2. Once outside, cross the main road and look for a bus shelter – its quite new and noticeable. Its situated almost opposite the…

Ver o post original 297 mais palavras

A munição para atacar Lula vai baixando de calibre. Virou ridículo…

Luíz Müller Blog

POR FERNANDO BRITO no TIJOLAÇO

 peloemovo

Primeiro, aquele a quem o powerpoint do procurador Deltan Dallagnol apontava como “o grande comandante” teria ganho um apartamento-pombal do Guarujá, embora não haja nada que tenha ganho.

Depois, foram as obras de um “puxado” do sítio de Atibaia, com suspeitíssimos pedalinhos e um barco de lata, tudo provado por matérias que comprovavam que a falecida Marisa letícia ia a uma padaria na localidade.

Ah, sim, teve o prédio do Instituto Lula que nem é prédio, nem é e nunca foi do Instituto.

Mas sempre há a guarda dos caixotes num depósito, para provar o favorecimento de Lula, , embora o Dr. Moro não se interesse e não autorize saber como foram guardados os caixotes de FHC, de Sarney ou ao menos os de Itamar Franco.

Até um “químico amador” que publica, ao lado do seu cibernético polidor de latarias de automóvel, publica no Youtube

Ver o post original 585 mais palavras