Assad delata e entrega propina de R$ 100 milhões para o PSDB paulista | Brasil 24/7

O lobista Adir Assad, preso na Operação Lava Jato, fechou um acordo de delação premiada que pode implodir de vez o PSDB; Assad disse ter entregue R$ 100 milhões a Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto e tido como operador de propinas do PSDB durante a gestão de José Serra; Paulo Preto também cogita fechar um acordo de delação premiada, com potencial para derrubar outros nomes do PSDB, como o chanceler recém-nomeado Aloysio Nunes; Serra disse que não irá se pronunciar sobre a megapropina na sua gestão

Fonte: Assad delata e entrega propina de R$ 100 milhões para o PSDB paulista | Brasil 24/7

Redes sociais chinesas cada vez mais populares entre estrangeiros – Portal Vermelho

A Estrada Vai Além Do Que Se Vê

“Sejam bem-vindos ao meu blog pessoal no WeChat”, escrito em chinês, o usuário que abriu essa conta oficial no WeChat, a plataforma de mídia social mais popular da China, é Bill Gates, o co-fundador e ex-presidente da Microsoft. Por Qu Pei, no Diário do Povo

Fonte: Redes sociais chinesas cada vez mais populares entre estrangeiros – Portal Vermelho

Ver o post original

Seria trágico, se não fosse cômico

Oficina de Concertos Gerais e Poesia

O demônio ri dos seus serviçais.

a-roda-do-demonio

Seria trágico, se não fosse cômico assistir o balé desengonçado que dança o candidato derrotado nas eleições presidenciais de 2014, Aécio Neves, às voltas com as denúncias de que teria recebido dinheiro da Odebrecht via “caixa dois”.

O demônio ri de seus de seus serviçais.

Voltemos a dezembro de 2014, para assistirmos à dança do capeta desde seu início.

tse-1

No mesmo dia 18 de dezembro de 2014, em que o então presidente do TSE, Dias Toffoli, afirmava que não haveria terceiro turno e diplomava a presidente eleita Dilma Rousseff, Aécio Neves e o PSDB entravam no TSE com um pedido para cassar o registro da candidatura da presidente. Pediam mais, pediam que o TSE determinasse que Aécio assumisse a presidência.

Seus argumentos: as campanhas do PT teriam sido financiadas com dinheiro de corrupção, o que tornaria a eleição de Dilma “ilegítima”.

tse-2

Em fevereiro de…

Ver o post original 425 mais palavras

Deus placebo.

patriamarga

Somos energia! Um poder – ou força –, por algum motivo misterioso, nos condensa neste planeta e desconheço o porquê.

Alguns chamam apenas de vida, outros de experiência, há quem, até mesmo, denomina como sendo uma necessidade ou experiência. Porém, o que de fato acontece, é que estamos na Terra e somos uma consciência viva.

Consciência?!

Sua dor pode não ser a mesma que a minha, mas estamos cientes de estarmos aqui. Eu sei de mim e, talvez, de você também. Este saber das coisas e pessoas nos torna conscientes e  isto nos une de alguma maneira, mesmo que você me odeie.

Pode ser que você chame esta “Consciência” de Deus, então, para você, este Ele existe.

Por saber desta divindade, você se controla e vive dentro de regras e leis que, de alguma forma, O agrada, algo que, com certeza, as recebeu de alguém que você considera em sua…

Ver o post original 328 mais palavras

Bombay Brasserie – Irresistible Canteen Menu and more!

foodiedada.com

For me, food is more than what it seems to be. The culture which is behind that food that helps us to trace back the origin of that dish constantly keeps intriguing me! So, if you know the social background or the culture lying behind a food, you can really go under the skin of a cuisine in no time. Cuisines are always particular to a region or to a place from where it originates, and that in turns traverses across the geographies. The local blend of cooking techniques, preferences, climatic conditions, regional spices, etc that creates a cuisine! And the restaurants that expertise in any particular cuisine are always my favorite ones, I really try to avoid those ‘jack of all trades’ multi cuisine restaurants on any given day. And that is the reason I absolutely love restaurants like Bombay Brasserie! It brings to you the legacy of that…

Ver o post original 1.323 mais palavras