O linchamento dos desgraçados

Ensaios e Notas

As reações violentas do Estado e da população contra movimentos populares com organizações sociais divergentes são capítulos amargos na história de qualquer país. Incidentes como o Ramo Davidiano em Wacco, o movimento giurisdavídico de Monte Amiata, o Contestado e a Guerra de Canudos no Brasil são incômodos, pois contaram com uma opinião pública que lincha. Digeridos em representações culturais, desde teatro, quadrinhos ou filmes, por vezes acabam idealizados posteriormente, dando uma consciência de moralidade.

Em tempos em que o devido processo legal vira letra morta, pós-verdade torna-se credos, a imprensa compromete-se com agendas obscuras  e a crueldade dissemina-se rapidamente pelas mídias sociais, é preciso ser prudente.

A crítica literária Walnice Nogueira Galvão (1999, pp.165-168) resume os sentimentos de antes e depois da tragédia de Canudos. Após a humilhante derrota da bem-equipada expedição de Moreira César pelos sertanejos  o Brasil urbano reagiu:

A celeuma provocada por mais essa derrota é…

Ver o post original 397 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.