Estado de exceção, censura e autoritarismo: amordaçaram a cidadania – Por Leonardo Isaac Yarochewsky | Blog da Cidadania

O advogado criminalista Leonardo Isaac Yarochewsky escreveu a respeito das arbitrariedades ocorridas na condução coercitiva que levou Eduardo Guimarães à superintendência da Polícia Federal de São Paulo nesta manhã. Leia a análise do advogado sobre o ataque a preceitos constitucionais em relação ao ofício do jornalismo e sobre o mau uso do dispositivo da condução coercitiva, que fragiliza a democracia. #equipeEdu

Fonte: Estado de exceção, censura e autoritarismo: amordaçaram a cidadania – Por Leonardo Isaac Yarochewsky | Blog da Cidadania

Diário do Centro do Mundo Moro disse a deputado que Eduardo Guimarães “não é jornalista”. Ele passa a determinar isso. Por Kiko Nogueira

  Quem conta é o deputado federal Paulo Teixeira, do PT. Ele participou de uma videoconferência com Sérgio Moro a partir de Brasília como testemunha de Branislav Kontik, assistente de Palocci. A alturas tantas, perguntou a Moro se ele havia determinado a condução coercitiva do blogueiro Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania. O juiz confirmou. Teixeira então falou que Guimarães tinha um blog e exerce o papel de informar seus seguidores. A resposta absurda: “Mas ele não é jornalista”. Veja aqui: Guimarães é advogado. A Constituição permite que ele possa exercer função jornalística. Pelos critérios de Moro, sejam eles quais forem, Tostão pode ir em cana. A censura de que Guimarães está sendo vítima é fruto de uma vendeta. Moro quer saber quem vazou para ele informações de que Lula seria detido. O nome de Eduardo chegou a ser citado numa das coletivas da Polícia Federal. A causa verdadeira dessa violência é a intimidação pura e simples não só de Guimarães, mas de todos os que ousarem questionar Moro, seus homens e seus métodos. Um magistrado de primeira instância determina quais vazamentos valem e quais não valem. De tabela, decide que jornalista é quem está do seu lado. Os outros podem ser levados para a delegacia às 6h da manhã para dar explicações.

Fonte: Diário do Centro do Mundo Moro disse a deputado que Eduardo Guimarães “não é jornalista”. Ele passa a determinar isso. Por Kiko Nogueira

5 Dicas para Economizar até nos detalhes!

Michele Viaja

Você já parou pra pensar que é possível economizar até nos detalhes? Pois é sobre isso que vou falar hoje! Quando você acha que não tem mais como cortar custos, eu venho te dizer que tem sim e da pra fazer isso mudando pequenos hábitos do cotidiano!

http://www.superlistas.net/10-dicas-para-economizar-dinheiro/ Imagem: http://www.superlistas.net

1. Apague as luzes!

Se você sai de algum ambiente e ninguém ficará nesse local, qual o motivo para aquela luz ficar acessa? Então apague! Saiu do quarto, apague a luz, saiu da cozinha apague a luz e aplique isso em todos os cômodos diariamente, isso vai te render uma boa economia na conta de luz!

2. Retire da tomada!

Se o seu celular já carregou, retire da tomada! Se você não vai usar o fogão durante a noite, retire da tomada, se não vai ver televisão por algumas horas (seja por não ter ninguém em casa, ou estar dormindo), retire…

Ver o post original 326 mais palavras

Las hojas

Prosas e Café

Escrever é um negócio muito interessante, principalmente quando vasculhamos os rascunhos e publicações antigas. As vezes aparecem lições passadas já esquecidas, que acabam servindo e se encaixando no futuro. Fato que nos obriga a raciocinar e concluir que, mesmo com a reação positiva do público, talvez, o principal destinatário daquelas obras sempre foram os próprios autores, ou seja, nós mesmos.

Isso levanta uma série de questões, dezenas de possibilidades. A mais bonita delas ao meu ver, é a crença de que o coração planta sementes (dicas/orientações/conselhos), dentro de si mesmo. Alguns dos rabiscos é claro, vão ao público – são para o público! Outros porém, são nossos. Exclusivos e pessoais. É a alma que os desenvolve e planta em si mesma. São sementes que servirão como um gatilho, um “start” evolutivo, para que o próprio inconsciente vá absorvendo aos poucos a ideia adquiria. Assim que possuir base prática…

Ver o post original 241 mais palavras

Brasil tem mais latifúndios que áreas protegidas

Ecologia dos Saberes

Por Sabrina Rodrigues

Ao contrário do propagandeado pelos ruralistas, são as propriedades rurais privadas, principalmente as maiores, que ocupam a maior parte da área do território nacional, e não as áreas protegidas. É o que afirma o Atlas da Agropecuária Brasileira, estudo feito pelo Imaflora (Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola) e a Esalq (GeoLab da Esalq/USP), lançado nesta segunda-feira (20).

De acordo com o Atlas, só os grandes latifúndios ocupam uma área maior do que o conjunto de Unidades de Conservação municipais, estaduais e federais e Terras Indígenas no país. As áreas protegidas cobrem 27% do território nacional, ou seja, 2,32 milhões de quilômetros quadrados (km²). Já as grandes propriedades rurais dominam 28% do território, isto é, 2,34 milhões de km².

A soma das áreas das propriedades pequenas, médias e grandes alcança 4,53 milhões de quilômetros quadrados (km²), o que corresponde a 53% do território nacional.  O…

Ver o post original 132 mais palavras